Carlos Eduardo Quer Jogar No Rio!


colunistafla.blogspot.com.br

Além do Flamengo, outros clubes de São Paulo e Rio Grande do Sul também desejam o meia. Mas o empresário do jogador, Jorge Machado, revelou que Carlos Eduardo pretende jogar no Rio de Janeiro, o que o aproxima ainda mais de um acerto com o Flamengo. A ideia de representante e atleta é que ele ganhe nova visibilidade e volte a ter chances na seleção,

“O Carlos [Eduardo] quer jogar no Rio. Independente de clube. Ele quer ficar no rio. Acredita que o Rio irá aumentar as chances dele na seleção brasileira. É um jogador especial e o Brasil o conheceu pouco. Ele quer que o Brasil conheça ele. Por isso, o Rio é uma cidade em que ele tem muita vontade de jogar”, revelou o empresário, em entrevista à Rádio Brasil.
O representante do jogador explicou também a situação de Carlos Eduardo com o clube russo. Segundo Jorge Machado, a diretoria do Rubin Kazan prometeu conceder um ano de permanência do atleta no Brasil, o que o meia cobra neste momento. O retorno ao país natal seria num empréstimo por uma temporada. A ideia dos russos é valorizar o jovem de 25 anos na “vitrine” brasileira e ter o direito de vendê-lo depois.
“Quando assinamos o contrato de cinco anos com o Rubin Kazan, o presidente falou que daria um ano para o Carlos Eduardo no Brasil. Estamos nessa expectativa que seja esse ano. Ele foi comprado por 24 milhões [de euros] e sempre tudo foi cumprido. Dependemos dessa boa vontade do presidente de liberar o jogador para retornar ao Brasil”, explicou.
Amigo de longa data dos principais dirigentes da dupla Fla-Flu, o empresário não quis se meter numa possível disputa pelo seu atleta. Segundo ele, a decisão será meramente profissional, levando em consideração apenas o futuro de Carlos Eduardo.
“O Rodrigo Caetano [diretor executivo do Fluminense] é meu irmão. Cuidei do Rodrigo a carreira dele toda. O Paulo Pelaipe [diretor executivo do Flamengo] é meu amigo de muitos anos. A carreira do Carlos Eduardo que vai contar nessa decisão”, assegurou.

Veja também