Hernane e Rodolfo encabeçam lista de renovações no Flamengo.

Postado em: 10 de fev de 2013.

Desconhecido até o Campeonato Paulista do ano passado – quando ficou um gol atrás de um certo Neymar na artilharia -, Hernane, aos 26 anos, tem a oportunidade de fechar o primeiro bom contrato da carreira. No Mogi Mirim, viveu a melhor fase depois de “pingar” em clubes paulistas e não se firmar no São Paulo, que o revelou. No pacote de renovações que o Flamengo prepara para anunciar em breve, a do “brocador” é uma das prioridades – junto com Rafinha.
O diretor de futebol do Flamengo, Paulo Pelaipe, está otimista com um acerto o quanto antes com o jogador. Quando o contratou por empréstimo ao grupo Energy Sports, do empresário Helio Vasone Júnior, que tem percentual de mais de 40 atletas no país, o Flamengo adquiriu 10% dos direitos econômicos. O contrato com Hernane vai até 25 de maio. A renovação está adiantada, mas o clube carioca tem que comprar mais 40% do passe.
– Cada caso está sendo analisado pelo Flamengo. Temos uma política de salário e vamos seguir nela. Não só com Hernane, mas com outros jogadores – disse Paulo Pelaipe.
Em Mogi, Hernane, baiano de Bom Jesus da Lapa, recebia menos de R$ 20 mil. O aumento deve acontecer, porém, dentro dos atuais padrões do Flamengo. Na política de contenção de gastos, que “obrigou” Vagner Love a voltar para a Rússia, mas admitiu leilão por Carlos Eduardo – que tem o maior salário do elenco hoje, acima de R$ 300 mil -, os custos considerados mais altos ficam para poucos.
O Flamengo também deve acertar a renovação de Rodolfo. Ele está emprestado pelo Madureira até fim de março e deve ser adquirido em definitivo pelo Flamengo, recebendo um aumento salarial – hoje recebe R$ 2 mil.
Outros contratos que vão ser estudados, de jogadores mais caros, ainda vão passar por avaliação de Dorival e da comissão técnica. O volante Airton, que ainda nem entrou em campo em 2013, tem contrato até o meio do ano. O Flamengo não deve ficar com o jogador. Jovens como Mattheus, Camacho e Romário, todos com vínculo até o fim do ano, se quiserem permanecer, vão ter que se “enquadrar” à planilha de custos da administração um pouco mais austera do Flamengo.
Fonte: Extra Globo

E aí Nação, o que vocês acharam? Comentem sem precisar de cadastro (Anônimo)!

Veja também