Ceni destrincha estratégia de jogo na Supercopa e comenta polêmica com técnico do Palmeiras

FOTO: CESAR GRECO/ PALMEIRAS

Em jogo agitado dentro e fora de campo, o Flamengo derrotou o Palmeiras nas penalidades máximas, neste domingo (11), em Brasília, e se sagrou bicampeão da Supercopa do Brasil. Em entrevista após a conquista, Rogério Ceni explicou a estratégia que adotou para superar a equipe alviverde.

– Ele (Abel Ferreira, técnicio do Palmeiras) adotou um jogo mais faltoso. Fez com que diminuísse o ritmo do Flamengo. Temos sempre bom toque de bola, envolvente. Um gramado mais seco do que costumeiramente jogamos. Bateram bastante. Faltas nem sempre tão violentas, mas que pararam muito o jogo. Talvez se adotássemos essa estratégia no segundo tempo poderíamos ter diminuído o ritmo do jogo – afirmou Ceni.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Após exagerar nas reclamações ao árbitro Leandro Vuaden, o técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, acabou expulso do jogo, ainda na primeira etapa. Na entrevista coletiva, Ceni comentou sobre a polêmica envolvendo o português.

– É um técnico europeu, uma pessoa que vem de fora, extremamente educada. Prefiro pensar que foi num momento de calor do jogo. Acho que é normal quando a derrota acontece, a gente tenta arrumar subterfúgios. De cabeça mais fria, ele mudaria. Foi marcado um pênalti a favor do Palmeiras. Acho que com a cabeça mais fria ele vai reconsiderar – disse o técnico.

Após a conquista nacional, o Flamengo segue o planejamento da temporada e foca no Carioca. O próximo compromisso será contra o Vasco, nesta quarta-feira (13). O jogo será realizado no Maracanã, às 21h (horário de Brasília). Para o clássico, o Coluna do Fla traz, como de costume, a transmissão mais rubro-negra da internet, com a voz de Rafa Penido.

VEJA OS GOLS DE FLAMENGO X PALMEIRAS