O Resgate do Orgulho Rubro-Negro

Qual rubro negro, há um mês atrás dizia com todas as letras que o Flamengo brigaria pelo título? Qual diria que o time estaria forte na briga pela vaga na Libertadores?

Não precisa responder, nem dar o braço a torcer, porque nesse momento muitos dirão: Eu sempre acreditei! Mas a realidade é que, o orgulho rubro-negro andava em baixa, e as expectativas e anseios não eram correspondidos.

Tínhamos um time que não empolgava, o elenco parecia não ser suficiente, era um quebra-cabeça que não encaixava principalmente por causa de quem tentava montar esse quebra-cabeça. Mas a pouco menos de um mês, enfim trocaram quem manuseava o quebra-cabeça e as peças enfim se encaixaram!

Quem diria que iríamos jogar bem sem Guerreiro, Alan Patrick, Ederson, Everton, Emerson e Jorge? Pois é, todos esses em algum momento saíram do time, e o time manteve o padrão, e as vitórias vieram! Ainda vamos oscilar ao longo do turno, mas fato é que hoje somos o melhor time do returno do campeonato, 6 jogos, 6 vitórias, 14 Gols pró e 3 contras.

O Padrão tático, algo tão discutido antes, hoje parece ter sido aprendido e tem conseguido destacar a qualidade do nosso time. E finalmente dentro de campo o nosso Mengão parece ter se encontrado, estamos jogando bem, com velocidade, qualidade e principalmente inteligência.

Mas existe um canto rubro-negro que retrata o que essa Nação é capaz de fazer: …Acima de tudo rubro-negro, amor maior não tem igual, eu juro que no pior momento, vou te apoiar até o final… E como apoiamos, mesmo com um time que não empolgava, apoiamos, vibramos, gritamos, e enfim começamos a colher os frutos! Muitos podem dizer que torcida não ganha jogo, só se a for a deles! Porque a nossa, não só ganha jogo como dá show!

Hoje acordamos consolidados na busca pela vaga na Libertadores, com 6 vitórias consecutivas e o orgulho rubro-negro que andava em baixa foi resgatado. E que lindo é ver essa nação sorrir, que bom ver o Flamengo apresentando um bom futebol, bonito de ver.

Não vamos criar um clima de oba-oba, mas acreditar é algo que já nasce com todo rubro-negro, e até os mais pessimistas já começam a fazer as contas. Por que não? Impossível? Não para o rubro-negro, que quando nas arquibancadas se junta a outros milhares e criam uma mística que tem por regra assustar todo e qualquer adversário. E é essa mística Nação que vai nos ajudar a galgar lugares maiores. Vamos lotar os estádios em todo o Brasil onde o Mais Querido do mundo jogar! Vamos ser o maior programa de Sócios torcedores do Brasil! Vamos mostrar que não à toa somos a maior torcida do mundo! E A Maior torcida do Mundo faz a diferença! A Revolução começou! E aí de quem entrar em nosso caminho!

Conte comigo Mengão, acima de tudo rubro-negro!

SRN.

Jerônimo Simeão Júnior

Jeronimo.jr@colunadoflamengo.com

Me siga no Twitter: @jeronimosjunior e saiba mais sobre o Mais Querido do Mundo!

 

 

Veja também

  • Embora eu ache a sua visão de Revolução muito seletiva, vá lá. O que importa agora não são as outras Revoluções é a nossa Segunda Revolução, a que se lembrar de uma que foi feita em 1977/1978 e quem só quem viveu é que sabe o que foi, e quem não viveu fica por aí reclamando a falta de um CT coisa que ninguém lembrava e nem sabia que podia existir ( a não ser o senhor George Hellal ) e de um Estádio coisa impensável nos tempos em que os rubro-negros achavam que o Maracanã era nosso mesmo e que não precisávamos de mais nada.
    Mas o texto é tocante, comovente, e precisava ser lido por muita gente. A Segunda Revolução Industrial já ocorreu e a nossa Segunda Revolução já chegou, não tem como parar, não tem como e nem podemos voltar atrás.
    E do jeito que está escrito ai terá que se fazer real e viva.
    Parabéns.

Comentários não são permitidos.