Coluna do Torcedor: “É truco!”

Eu sou um péssimo jogador de cartas, não consigo esconder a minha empolgação quando estou com cartas boas e nem a minha frustação quando com cartas ruins. Junte-se a isso o fato de eu ser péssimo para passar sinal para o parceiro sem que os adversários vejam. Com isso o time adversário consegue facilmente perceber o meu jogo e combate-lo com mais eficiência. No mercado financeiro cada vez mais globalizado e transparente de hoje também é muito difícil blefar pois todas as partes interessadas em um determinado negócio possuem um conhecimento razoável da situação financeira de cada um.

Sabendo da situação financeira do Flamengo na época e vendo que dificilmente ele teria outras alternativas o Consórcio Maracanã exerceu o seu poder e fechou um contrato bastante favorável a ele com o Flamengo. A nossa diretoria ciente da situação conseguiu pelo menos fechar um contrato de só 3 anos depois renovável por mais 3 anos evitando assim prender o clube num contrato ruim por muito tempo.

Hoje, apenas 3 anos depois, a situação financeira do Flamengo ainda exige cuidados mais é sensivelmente melhor. A credibilidade antes quase inexistente agora é amplamente reconhecida pelo mercado e com isso o Flamengo conseguiu cartas melhores para jogar essa partida referente ao seu estádio. E por isso ousou soltar um TRUCO sabendo que há grandes chances de ganhar essa partida. Também ciente de em caso de perda há agora outras alternativas bastante viáveis.

Esse truco veio da notícia de que o Flamengo só pretende voltar a jogar no Maracanã se for o gestor do estádio podendo até dividir essa gestão com o Fluminense. Caso ele não seja o gestor ele só aceitará jogar no Maracanã se o contrato com o grupo vencedor lhe for muito favorável.

Caso isso não ocorra a alternativa é construir um estádio próprio já que dinheiro começará a sobrar cada vez mais a cada ano. Nesse caso acho interessante já começar o projeto mas iniciar essa construção a partir de no mínimo 2019 pois o Flamengo já estará com a dívida totalmente equacionada e o CT pronto e deverá ter as seguintes receitas a mais:

  • R$ 50 milhões dos R$ 120 milhões do novo contrato de TV e que serão recebidos entre 2019 e 2021.
  • Possibilidade de se vender o prédio do Morro da Viúva com estimados R$ 160 milhões de lucro ao clube.
  • Luvas de um novo contrato de fornecimento de material esportivo já que o contrato atual da Adidas se encerrará creio eu em 2022. Uma renovação com a Adidas ou uma troca de fornecedor poderia gerar luvas imagino eu de pelo menos R$ 100 milhões.
  • Como esse novo contrato de TV se encerra em 2024 acredito que entre 2021 e 2022 já começará a negociação para os períodos subsequentes. Esse acordo deverá também gerar luvas de pelo menos R$ 150 milhões.
  • Além disso acho que o Flamengo poderá a partir de 2019 a separar uns R$ 50 milhões do seu orçamento para ajudar a construir o seu estádio.
  • Isso sem contar outras formas de conseguir dinheiro como venda de cadeiras cativas por tempo determinado, venda de camarotes, naming rights do estádio, etc.

Percebam por esses números que o Flamengo a partir de 2019 poderá ter a condição de construir um estádio de até R$ 500 milhões sem depender de ninguém e de até R$ 1 bilhão contando com empréstimos ou ajuda de parceiros em investimentos seguros para o clube. Como esse estádio não terá a obrigação de seguir as frescuradas do chamado Padrão Fifa será possível fazer um estádio bom e confortável a custos muito inferiores aos dos estádios da última Copa do Mundo.

Dado essas possibilidades acima a minha opinião é de que esse truco que o Flamengo está aplicando sairá vencedor e vai depender somente das condições do contrato oferecidas pelo Estado do Rio de Janeiro para o vencedor gerir o estádio do Maracanã. Se elas forem bastante favoráveis ao gestor possibilitando assim um bom lucro então acho que o clube irá querer gerir o Maracanã sozinho pelo prazo de 30 anos e realocar esses recursos a receber em outras áreas como na contratação de melhores jogadores. Se elas não forem tão favoráveis assim acho que o Flamengo deverá propor dividir a gestão com o Fluminense com a opção de sair dessa sociedade na gestão em no máximo 10 anos o que seria tempo suficiente para construir o seu próprio estádio.

Essas são as possibilidades que começam a surgir quando se tem uma diretoria que realiza uma gestão financeira extremamente eficiente dos recursos e dívidas do clube. Anime-se caro rubro-negro, o tempo de colher está chegando…

Abraços e SRN,
Carlos Ueslei Rodrigues de Oliveira
carues@gmail.com
ST 2320740-0 OFF-RIO O000016

Veja também

  • Vamos ver a cena dos próximos capítulos após a nota oficial do Flamengo sobre o Maracanã.
    Do ponto de vista de marketing, a imagem do Flamengo e Maracanã convivem juntas, difícil dissocia-las, faz parte da história e imaginário futebolístico a nível até mundial.
    Fora esta digamos sinergia, o estádio está pronto para uso e está belíssimo.
    Se for para torcer para um desfecho feliz, este deve ser com o Flamengo administrando o estádio, financeiramente temos condições de tal hoje.

  • Na minha opinião com a crise econõmica atual e a situação financeira do FLA que ainda não está equalizada, acho uma boa o FLA administrar o maracanã, como Botafogo faz com Engenhão, mas como isso é difícil de acontecer, ficaria satisfeito com um estádio para 50 mil, e mandava os jogos maiores como semi e finais no Maracanã, fazia essa proposta pro governo para adquirir rapidamente a liberação para a construção.

    • Concordo com você. Só acho que se o Flamengo partir para construir um estádio de 50 mil torcedores não haverá o porquê voltar a utilizar o Maracanã.

      • blz, certo, caberá a diretoria analisar, só acho que o Estado não deixará o Maracanã virar elefante branco.

  • Se fizer o estádio nos mesmos moldes do Palmeiras, o clube não precisará desembolsar um tostão. Basta ceder parte da renda dos jogos, além de liberar o mesmo para uso exclusivo do parceiro. Não vejo sentido em se esperar tanto tempo, quando a solução pode ser menos onerosa aos cofres do clube.

    • Camarada é verdade que o Palmeiras consegue um bom rendimento com a parceria com a WTorres, mas essa parceria esta longe de ser amistosa. Pelo que eu leio os dois só conversam hoje com a presença de advogados e a WTorres já procura outra empresa para substitui-la nessa relação. Acho que o risco do Palmeiras só não é maior porque o estádio esta localizado em um terreno seu e não daria para simplesmente tirar o estádio de lá. Não acho que esperar mais 3 anos no mínimo para construir um estádio sem depender de ninguém e por tanto sem precisar prestar contas a parceiros seja tanto assim. Eu prefiro ser independente a ser apressado. Abraços e SRN!!

  • Bom texto, mas conhecendo essa classe política do Brasil aposto que eles estão preparando um contra- ataque, enfim é necessário aguardamos o desfecho, mas tenho a sensação que o Maracanã de um Jeito ou de outro está prestes a se tornar um elefante branco, tudo isso graças a ganância e a incompetência da nossa classe política. Votemos melhor.

    SRN #issoaquiéflamengo

    • Camarada, dada a situação financeira e o histórico de credibilidade dos clubes cariocas na época da licitação do Maracanã em maio/2013 eu sinceramente achei prudente o Estado ter-los proibido de participar dessa licitação. Essa diretoria já estava no poder mas ainda com tempo insuficiente para mostrar a que veio. Acho que se alguém imaginava que essa licitação teria de ser refeita em pouco mais de 3 anos seria no caso de um dos clubes estivessem na gestão e não com uma empresa consolidada como a Odebrecht!! Mesmo com todos os rolos dessa empresa na Lava Jato isso é uma surpresa!! Acontece que hoje o Flamengo se mostra sim uma opção forte e viável para gerir o estádio e por isso acho difícil o Estado barrar a participação dos clubes nessa possível nova licitação. E por isso o Flamengo começa a falar grosso. Se conseguir isso e em termos favoráveis beleza, senão parte para outra solução. Abraços e SRN!!

      • Carlos, boa tarde!!!

        Sua ideia é boa, mas tem outras formas de se pagar esse estádio!!!

        1) pode ser feito igual ao Palmeiras, como já foi mencionado e não desembolsará um real!!!

        2) Dar o morro da viúva como garantia e adiantamento, depois a empresa que construa o estádio faça usos das áreas com shows e etc…

        3) já falaram de vendas de cadeiras, camarotes e etc…

        4) mais uma ideia: Não precisamos pagar o estádio no ato!!! Todos comentam como se tivéssemos que pagar logo agora. Nosso Presidente falando na construção do nosso estádio, porque não pegar o dinheiro do sócio torcedor que hoje gera 30 milhões ano com 60 mil de média e pagar o estádio ano a ano!!! Com certeza quando falar que o dinheiro do sócio torcedor é pro estádio que é sonho de todo RUBRO NEGRO, é uma coisa física que é pra sempre e não oscila como o time de futebol!!! Nós passaremos de 100 mil torcedores e pagamos por volta de 50 milhões por ano!!!

        Sendo otimista que a construção se inicie em 2017 e o tempo da obra leve três anos. 2020 comecariamos a pagar e com certeza com a política que vem sendo adotada nossa dívida estará quase irrisória ou quem sabe liquidada!!! Esse é o meu pensamento!!! SRN

        • Caro Nivandreo, como disse na resposta acima o relacionamento entre o Palmeiras e a WTorres trás sim bons rendimentos ao Palmeiras mas a relação entre eles esta longe de ser amistosa. Se pode esperar um pouco mais para ser independente e ter 100% do controle do faturamento e dos custos eu prefiro. Quanto a não precisar pagar o estádio já no começo, realmente isso não é necessário mas é preciso ter algo para começar e isso hoje o Flamengo não tem pois precisa destinar recursos para terminar o CT e pagar os empréstimos bancários e as dividas trabalhistas ainda existentes. Segundo as previsões da diretoria tudo isso deverá ser quitado até 2017 e 2018 o clube deverá investir no time para dar uma alegria maior a torcida que já esta a muito convivendo com times pouco competitivos. Não podemos garantir que se chamar a torcida para contribuir ela irá já que o nosso socio-torcedor não consegue passar dos 65000. Em 2019 o Flamengo começará a ter dinheiro sobrando e aí sim poderia começar a construir com tranquilidade o seu estadio. Eu acho que vale a pena esperar. Abraços e SRN.

          • Entendo seu ponto de vista!!! Mas pra esse início de construção temos patrimônios que podem ser usados na negociação!!! A quanto tempo o morro da viúva e o casarão de são Conrado não dão lucro??? E pra voltar a dar lucro, teremos que investir em boa grande pra recuperar ambos e colocar-los em condições de uso!!! Hoje pagamos IPTU e funcionários desses lugares e estão abandonados!!! Pra quando for 2019, 2020 termos dinheiro pra custear o restante!!! Vejo que melhor momento político pra este tema não existiu e não sabemos se existirá, tanto prefeitura e governo desacreditados!!! SRN

          • Sim existem esses patrimônios que podem ser vendidos mas lembre-se da situação econômica que atravessa o país. Não há garantias de que consigamos vende-los por um preço justo em um curto período. Se conseguir isso é possível iniciar antes essa construção mas acho prudente só começar a construir com dinheiro em caixa. Em 2019 é certeza que haverá recursos e por isso acho esse o momento ideal. Abraços e SRN.

Comentários não são permitidos.