Deputado vai ao Ministério Público contra assembleia da CBF

O deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ) entrará com representação contra a assembleia administrativa da CBF no Ministério Público Federal do Rio de Janeiro (MPF-RJ) nesta sexta-feira, ao meio-dia.

Ele alega que a assembleia do último dia 23, na CBF, decidiu ampliar o peso das federações estaduais de futebol (passaram a ter 81 votos) em desvantagem ao peso do clubes de futebol das Séries A e B (60 votos) sem o aval dos clubes.

O deputado explicou que, por força do artigo 22-A da Lei 9.615/98 (Lei Pelé), “obrigatoriamente todos os clubes de futebol das Séries A e B deveriam ter participado da reunião, mas nenhuma agremiação foi convocada”.

– Está claro que trata-se de uma manobra que precisa ser corrigida, por ofender o espírito da lei do PROFUT e de uma maneira inaceitável ignorar a regra da Lei Pelé. O objetivo da judicialização é reparar essa ilegalidade – afirmou o parlamentar.

Marco Polo del Nero, presidente da CBF

Leite ressaltou ainda que o MPF-RJ atua como fiscal da lei (artigo 127 da CF) e tem a legitimidade de agir judicialmente.

– Além do mais, a atuação do Ministério Público é absolutamente adequada para proteger o interesse público que, neste caso, é garantia para que o futebol tenha transparência e respeito às leis – disse Leite.

OUTRO LADO

A CBF ainda não respondeu ao blog.

Nos bastidores da entidade, haveria o entedimento de que a assembleia administrativa abrange somente a participação de federações. Já a assembleia eleitoral contaria com federações e clubes.

Fonte: O Globo

Veja também

  • Tomara que outros políticos o acompanhe. Essa notícia não vai se tornar manchete, porque só para alguns poucos clubes que interessam a moralização do futebol brasileiro. Não interessa a federações e muito menos a clubes que servem pra pessoas enriquececeram ou fazerem desses clubes trapolim pra conseguirem alguma coisa, como por exemplo de tornarem políticos, como foi o flamengo no passado. Também não interessa a Globo, pois os clubes com mais força e mais independência, lutariam pra sair da escravidão comercial que lhes é imposta pela Vênus de platina, a aceitar valores de transmissões e vendas de produtos, sem ao menos uma negociação mais justa. Pra quem é explorador como a Globo, quando maior a.bagunça, quanto maior for a desunião, quanto meno for o poder clubes, melhor pra ela dominar e alavancar clubes que se aliam a policos corruptos em prol de Deus objetivos, caso dos gambás. É uma tarefa árdua desse deputado, pois a força da CBF está no congresso e de quem manda nos três poderes que é a Globo.

    • Concordo com quase tudo o que vc falou, mas vc viu a fonte da notícia?

      • Pois é, podemos esquecer isso e continuar do jeito que está.

        • Esquecer o que? Só não concordei com a parte da Globo concordar com essa medida específica da CBF, tanto que esta notícia é dela. Quanto menor a credibilidade do futebol brasileiro menor é a audiência e consequentemente menor é a renda da Globo, por isso ela não é a favor disso em especial, mas o restante concordo com vc.

  • os maires responsáveis por isso são os próprios clubes que se omitem e cada um pensa no seu próprio umbigo, no dia que os clubes brasileiro se unirem de verdade e tomarem a decisão de romper de vez com a CBF e demais confederações estaduais que só servem para arrancar dinheiros dos clubes essa palhaçada acaba.

  • Boa sorte para ele

  • Pena que este tipo de assunto não dá ibope. Aqui só querem falar de Cirino e Márcio Araújo… Os clubes precisam tomar as rédeas do futebol brasileiro o quanto antes.

  • Esse deputado é um dos poucos políticos atuantes na moralização do futebol. Não o conheço, não resido no mesmo domicílio eleitoral e não sou fã de partido algum, porém, me parece que se trata de alguém coerente.

Comentários não são permitidos.