Pezão dará à Odebrecht duas opções: ou vende o Maracanã ou reassume o estádio

A francesa Lagardére está com a mão na taça para ficar com o Maracanã. Por dois motivos simples:

1) A GL Events desistiu do jogo.

2) Luiz Fernando Pezão tem dito privadamente que o governo do Rio de Janeiro não quer fazer nova licitação para o estádio. E que dará à Odebrecht, que hoje tem apenas cinco funcionários no Maracanã, duas opções: ou conclui a venda ou reassume o estádio.

Assim, sobra somente a Lagardére.

Reprodução: Lauro Jardim – O Globo

Veja também

  • Quero ver esse PEZÃO lavando latrina em BANGU.

  • E você, Pezão, escolhe pedrinhas ou bangu 8?

  • woooooowwwww, eurekkkaaaaaa, é o santo graaalllllll!!!! no vi da de!!!!!!!!!!!!!
    ninguém, absolutamente ninguém sabia disso….SRN

  • É sério que saiu uma nota dessas?. Quanta valentia do “pé grande”!. Fica ou vende. Como ficar, onde já está fora há tempos; e como vender algo que não lhe pertence?. Para a piada ficar perfeita, só mesmo um grupo da França, para efetuar esta “compra”, pois como disse o General De Gaulle, “O Brasil não é um país sério”.
    SRN

  • É sério que saiu uma nota dessas?. Quanta valentia do “pé grande”!. Ou sai ou vende. Como sair, se já está fora há tempos; e como vender algo que não lhe pertence?. Para a piada ficar perfeita, só mesmo um grupo da França, para efetuar esta “compra”, pois como disse o Francês De Gaulle, “o Brasil não é um país sério”.
    SRN

  • Vamos fazer o seguinte: Vamos parar de falar desta imundície de Largadere, Odebrechet, Pezão, aqui nesta coluna. Vamos falar de Flamengo e projeto para o nosso estádio. Vamos arrumar uma fórmula de ajudar, arrecadar grana, com inteligência, para construirmos a nossa casa; bela e grande, para capacidade de 75.000 pessoas; seja onde for, porque Mengão: Onde estiveres estarei.

    • Esses franceses vão tomar no zóio assumindo o maraca sem o fla. Até porque, só o fluminense precisa jogar lá, Vasco e botafogo têm seus estádios. E a torcida das Tricoletes não lota nem o Giulitte Coutinho…

  • A questão é que ele espera receber o dele por fora com a venda, caso tivesse licitação envolvendo os clubes não teria dinheiro para ele receber e não duvido muito que esses franceses devem ter dando algum propina para o pensam não abrir uma nova licitação!

    • Só ver o quê acontece no MG com ela.

  • A questão sempre foi politica claro. Que façam bom proveito. O Flamengo na minha opinião deveria estudar a possibilidade de jogos pontuais no Estádio, com custos menores. Não assina contrato longo, apenas para jogos pontuais como tem feito. Imaginem lotar o Maracanã em todos os jogos, isso iria pirar os Franceses, que iriam procurar o Fla para um contrato vantajoso para o Mengão…seria uma boa tática.
    Abrir ,mão do Maracanã, mais agora com a proibição de venda de mandos para fora do RJ, complica. O Estádio da Ilha é para apenas 20,mil não garante uma arrecadação que segure as receitas. Ah! será para ST. Na minha visão seria injusto com os outros torcedores que são tão Rubro-negro quanto (isso é outra discussão). E ficaria na dependência de Engenhão? S.J? Sabemos que são cartas fora do baralho por motivos já conhecidos.
    Por isso acho que um acordo vantajoso para o Fla não seria de todo mal. É só um pensamento. SRN.

    • Almir,
      Acredito que o maior receio do Flamengo diz respeito a que novas medidas seram “inventadas maquiavelicamente” por FERJ e CBF para tentar “amarrar” o Flamengo na questão estádio.
      Já surgiu do nada a questão de não poder jogar fora dos “domínios de sua federação de origem” quando o mais sensato, caso o animus fosse o de se evitar vendas de jogos para outras praças comunicadas ao longo da competição, que se exigisse que os Clubes definissem até 15 dias antes do início do Brasileiro em que praças cada um de seus jogos seria realizado.
      SRN

  • O que esperar dessa quadrilha?

  • Bom, Pezão estava negociando o valor da propina com a Lagardère e com a GL Events, a GL Events não aceitou pagar propina, pulou fora do negócio e para ser discreta disse que foi por falta de segurança jurídica, o que não deixa de ser verdade nessa época de “Lava Jato”, “Carne Fraca” e tantas outras operações da PF contra a corrupção, agora ele já se acertou com a Lagardère e vai dar sua contra partida pressionando a Odebrecht.

    • Percebeu que depois que a GL Events anunciou “rapidinho” já apareceu um desfecho.?
      Isso ai já é meio de roubo o Brasil só tem coisa que vai para frente se tiver como roubarem.
      Espero que o Flamengo continue Firme de não jogar lá. que empresa que toma prejuízo ou é sustentada de outros fundos ou é “fantasma”

  • Que moral o governo tem pra dizer que vai pressionar a Odebrecht a escolher entre as opções que ele dá?
    Só se ele tiver alguma carta na manga, algum podre somente contra ela, pra dizer que vai fazer o que já devia ter feito e não fez até agora.
    Tá mais é pra um showzinho pessoal pra aparecer na mídia, talvez já sabendo de algum desfecho próximo.
    Até porque, se a concessionária quiser protelar para tentar vender melhor, o máximo que o Pezão pode conseguir é uma batalha judicial sem previsão de final e de resultado, devido à ruptura do compromisso do governo nos termos do acordo da licitação.

    • E os deputados, silêncio total. Quando o assunto é Maracanã, até aqueles que se dizem de oposição, não se manifestam; pelo menos não vi a ênfase, neste momento de uso e entrega de um bem público, tão n

Comentários não são permitidos.