Ex-Fla, Mattheus destaca nova função em campo para brilhar na Europa: “Gosto de ter a bola nos pés”

Campeão da Copa São Paulo de Juniores de 2011 e integrante de uma geração badalada das categorias de base do Flamengo, ao lado de Adryan, Negueba e Rafinha, Mattheus não vingou no clube carioca. Pouco aproveitado, foi eleito o vilão na eliminação do clube para o Atlético-MG, na Copa do Brasil de 2014. Deixou o clube e foi tentar a sorte no Estoril, em Portugal. Ao fim desta temporada, foi comprado pelo Sporting.

Assim como todo filho de jogador, Mattheus sofreu com as comparações ainda criança. Por ser o ‘neném embalado’ por Bebeto e Romário na Copa de 1994, o meia admite que ter um pai craque atrapalhou seu desenvolvimento como jogador. Hoje, aos 22 anos, está mais maduro. Em entrevista ao jornal português O Jogo, ele abriu o jogo sobre esse processo:

“Já nasci sendo desafiado. Tenho de estar sempre melhor do que os outros. Sempre tive de fazer três vezes mais. Desde criança, convivi com muitas cobranças (por ser filho de Bebeto), não podia dar brechas para que as pessoas falassem qualquer coisa. Ser contratado por um gigante como Sporting, por si só, é uma grande cobrança. Jogar aqui é uma oportunidade de ouro. Estou motivado”.

No Flamengo, Mattheus surgiu como um meia de chegada, praticamente como um camisa 10. Nas categorias de base, não apresentava muita velocidade. Era de conduzir mais a bola, organizar o jogo e finalizar bem. Só que a transição para o profissional não foi das melhores. Em Portugal, teve sucesso por atuar mais recuado. O próprio explicou como foi essa mudança:

“Achei tranquilo. Não deixo de atacar. Gosto de ter a bola nos pés. Então, a mudança foi boa, o jogo todo passa por mim. Passei a ter mais destaque desde que deixei ser mais ofensivo. Procurei evoluir defensivamente. Ganhei mais confiança. Um jogador sem confiança não é nada”, finalizou.

Fonte: Fox Sports

Veja também

  • Nossa…mais uma matéria desse cara aqui… desnecessário

  • Será que o Bebeto investidor nesse site?
    Virou moda falar desse jogador ruim.

  • Adryan podia estar tendo chances mas Zé Ricardo não curte ele

  • Mais um que a torcida queimou.

    Espero que o Vinicius Jr correspobda rapido. Porque se demorar a torcida mais impacie te do brasil queima ele tbm

    • Toda torcida é assim, os sãopaulinos tbm pegam muito no pé dos jogadores, até da base, e são um dos clubes que mais revelam.

    • Mesmo se corresponder, vai ter gente que vai criticar, só ver o Jorge.

  • Xiiii! Tem alguns oriundos da base que quando chegam aos profissionais, não evoluem!

  • Falta de assunto, hein?

  • Kiko.

Comentários não são permitidos.