Há exatos 6 anos… Relembre o histórico Santos 4×5 Flamengo, com show de R10 e Neymar

Flamengo e Santos já protagonizaram grandes jogos ao longo da história, já disputaram final de Brasileiro como o de 1982, vencido pelo Flamengo, mas há um Santos e Flamengo que ocorreu no dia 27 de julho de 2011 pela décima segunda rodada do Brasileiro, disputado na Vila Belmiro que entrou para história do futebol brasileiro. O jogo foi épico, histórico e com certeza um dos maiores jogos do Flamengo que já vi na minha vida!

O Flamengo ostentava uma invencibilidade no Campeonato Brasileiro e brigava pelas primeiras posições.  Inclusive, o Flamengo até aquele momento só havia sido derrotado uma vez no ano. O Santos não vinha tão bem, pois como havia acabado de conquistar a Libertadores,havia iniciado a competição com reservas e por isso se encontrava nas últimas posições. Justamente neste jogo foi a campo pela primeira vez com os seus titulares na principal competição nacional.

O Santos veio com Rafael, Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Ibson, Elano e Ganso; Neymar e Borges. O time do Santos foi comandado por Muricy Ramalho. O Flamengo veio com Felipe, Léo Moura, Wellinton, Ronaldo Angelim e Júnior César; Willians, Luiz Antônio, Renato e Thiago Neves; Ronaldinho e Deivid. O time do Flamengo era comandado na época por Vanderlei Luxemburgo.

O Santos comandado por Neymar, começou melhor a partida. Dono do jogo e com maior posse de bola, não demorou para Neymar começar a escrever história naquela noite. Aos quatro minutos, após linda jogada de Neymar, Elano dá um passe açucarado para Borges fazer Santos 1 x 0. Após levar o gol, o Flamengo passou a jogar. Errando menos passe, o Flamengo passou a criar oportunidades e equilibrar a partida. Tanto que Ronaldinho quase marca em duas oportunidades, mas é o Santos quem marca. Após erro de passe do Renato Abreu, Ganso deixa Neymar em ótima posição, o craque tenta encobrir Felipe que defende o arremate, mas a bola volta para Neymar que no chão e de costas para o gol, toca para Borges, sozinho fazer 2 x 0.

O Flamengo mesmo não se entregando, não contava com a sorte. Deivid perde um gol incrível após bela jogada de Luiz Antônio. O Flamengo ainda quase marca com Luiz Antônio, mas Neymar queria mesmo fazer história naquela noite. Aos vinte e cinco minutos, Neymar dribla Léo Moura e Willians, tabela com Borges, recebe de volta a bola, dá um drible desconcertante em Ronaldo Angelim e toca na saída de Felipe! Golaço! Gol de craque, gol de gênio! Sensacional! Com esse gol, Neymar ganhou o Prêmio Puskas concedido pela FIFA para o gol mais bonito do ano. Era inacreditável, mas com menos de trinta minutos de jogo, o placar apontava 3 x 0 para o Santos.

O Flamengo queria fazer história e começaria com Ronaldinho diminuindo o placar para 3 x 1. Gol até sem graça perto dos belos gols santistas, mas o show ainda estava por vir. Aos trinta e um minutos, o Flamengo imprimiu belo toque de bola até Deivid tocar para Léo Moura pelo lado direito que faz um belíssimo cruzamento para Thiago Neves em bela cabeçada, diminuir o placar para 3 x 2. Até ali, Santos e Flamengo já faziam história! Cinco gols só no primeiro tempo, futebol bem jogado, poucas faltas e dois gênios inspirados!

Aos quarenta minutos, após mais uma bela jogada de Neymar, Willians faz pênalti. Elano se encaminha para a cobrança e numa tentativa de cavadinha, Felipe defende a cobrança que mais pareceu um recuo de bola e ainda fez embaixadinhas. Logo em seguida, aos quarenta e três minutos, Ronaldinho cobra escanteio no primeiro pau e Deivid desvia para o gol empatando a histórica partida em 3 x 3. Mais estava reservado para o segundo tempo.

O segundo tempo começou equilibrado, mas aos cinco minutos após passe do lateral santista Léo, Neymar se livra de Deivid Braz que havia acabado de entrar no jogo e toca por cobertura na saída de Felipe. Santos 4 x 3 Flamengo. O jogo não parou, continuou eletrizante com os dois times buscando o gol o tempo todo. Se o jogo terminasse ali, já poderia ser considerada a melhor partida do campeonato sem dúvidas. Neymar não parava e quase marca mais uma vez, mas é parado por Felipe. Deivid responde com uma bela cabeçada defendida pelo goleiro Rafael. O Flamengo cresceu no jogo. O Santos não querendo se expor dava mesmo assim, espaços ao Flamengo quando saía para atacar. Aos vinte e um minutos, após péssima saída de bola do Santos, Ronaldinho faz linda jogada, mas sofre falta de Arouca bem na entrada da área. Com dezenove metros de distância do gol, Ronaldinho surpreende a todos com uma cobrança por baixo da barreira. Rafael nem se mexe! Coisa de gênio! De craque! Mais uma vez o Flamengo chega ao empate. Mesmo jogando fora de casa, o Flamengo enfrenta o campeão da América de igual para igual!

O jogo continuou movimentado. O Santos contava com toda genialidade de Neymar para criar oportunidades de gol. São incontáveis as chances criadas pelo garoto, porém o Flamengo foi mais objetivo. Deivid rouba a bola no meio de campo, toca para Thiago Neves que deixa Ronaldinho Gaúcho em ótima posição para fazer o gol da virada do Flamengo, selar a vitória e virar o protagonista do jogo histórico e escrever em letras de ouro o seu nome num dos maiores clássico do futebol nacional. Aos quarenta e um minutos Thiago Neves ainda teve uma chance clara para fazer o sexto, mas chutou para fora.

A noite de 27 de julho de 2011 entra para a história do futebol não só brasileiro, mas mundial. Noite em que mesmo com suas deficiências defensivas, o Flamengo foi Flamengo!… Noite em que Ronaldinho ditava com os pés que Flamengo é Flamengo!… Noite que os amantes e os deuses do futebol nunca vão deixar o tempo apagar!… Noite em que um gênio surge e outro ressurge!… Noite em que nem o gênio Nelson Rodrigues escreveria tão bem com as mãos, o que só poderia ser escrito com a genialidade dos pés!

Tulio Rodrigues (@PoetaTulio)

Veja também

  • Paulo César Carpegiani para treinador já!……….

Comentários não são permitidos.