2.500 policiais participarão da segurança na final. Rubro-Negros escoltados desde Juiz de Fora-MG

A Polícia Militar do Estado de Minas Gerais (PMMG) se pronunciou sobre como será realizada a segurança na final da Copa do Brasil entre Flamengo e Cruzeiro. De acordo com o coronel Winston Coelho Costa, serão 2.500 policiais envolvidos na operação do jogo.

“Teremos um efetivo de 2.500 policiais trabalhando neste jogo, como um todo. Teremos nossas bases comunitárias, que vão iniciar seu trabalho normalmente, às 14h, conforme todo dia acontece e vai ter seu trabalho estendido até a redução do fluxo de pessoas às suas respectivas residências. Então temos uma perspectiva de que elas funcionarão até uma ou duas horas da madrugada do dia seguinte ao jogo (quinta-feira)”, afirmou, em entrevista coletiva realizada na sede do Comando de Policiamento da Capital (CPC), em Belo Horizonte.

Para os rubro-negros que se dirigem para a capital mineira, os militares, com apoio da Polícia Rodoviária Federal, vão fazer o sistema de escolta das caravanas a partir de Juiz de Fora-MG. Já em solo belo-horizontino, os flamenguistas irão se concentrar no entorno do Mineirinho.

“Teremos um efetivo policial exclusivo para fazer o policiamento nas estradas de acesso à cidade de Belo Horizonte, junto com a Polícia Rodoviária Federal, onde for de competência dela, para fazer essa escolta da torcida do Flamengo desde a chegada ao território mineiro até o Mineirão. Então, nós temos aí três comandos envolvidos: a 4ª Região de Juiz de Fora, a 13ª Região de Polícia em Barbacena e o próprio Comando de Policiamento Especializado, que vai apanhar este público no posto da Polícia Rodoviária Federal, na saída de Belo Horizonte, e vai levar até o estádio, e ao término do jogo vice-versa. Eles terão acesso ao Mineirinho, onde será o local de concentração reservado, inclusive pela diretoria do Cruzeiro para tal, e ali terão acesso ao Mineirão via passarela”, disse coronel Winston.

Mineirão é o palco da grande final da Copa do Brasil

Só será permitido acesso à esplanada do Mineirão aqueles que tiverem com o ingresso em mãos. A medida é para evitar aglomerações, tumultos e tentativas de invasão.

“Na esplanada do Mineirão teremos eventos quatro horas antes do jogo e nosso efetivo já estará preparado para tal. Apenas torcedores com ingresso poderão adentrar na esplanada para, assim, se encaminharem às catracas. Nas catracas, teremos policiais para evitar os “pulões” e grandes aglomerações”, explicou o coronel.

Dentro do Mineirão, uma novidade. Ao invés das grades que separam a torcida, apenas um tapume será colocado entre os espaços destinados aos flamenguistas e cruzeirenses. “Está muito bem armada a estrutura e a gente tem efetivo dentro do estádio para sustentar, caso seja necessário. Mas a responsabilidade dessa mudança da divisão de torcidas cabe tanto ao clube mandante bem como à estrutura administrativa do estádio”, finalizou.


Veja mais:


Flamengo e Cruzeiro se enfrentam às 21h45. Em caso de novo empate, decisão nos pênaltis (não há gol qualificado na final). Quem vencer, leva o título.

Veja também