Torcedores defendem Alex Muralha depois de “caso Light”

A descoberta de irregularidades na chegada de energia elétrica na casa do goleiro Alex Muralha, no condomínio Riviera del Sol, localizado no Recreio dos Bandeirantes (Zona Oeste do Rio de Janeiro), gerou comoção dos torcedores para com o jogador. Isso porque a Light, empresa que distribui a energia no Estado do Rio de Janeiro, divulgou no Twitter uma imagem da fachada da casa de Muralha, expondo o caso de forma pública.

Nesta sexta-feira, uma operação da empresa apontou que o imóvel do rubro-negro não tem medição para o consumo de energia e possui uma ligação direta, configurando o famoso “gato”.

Em comunicado feito pela assessoria, o goleiro afirmou que há dois meses se mudou para o local e que, desde então, tem procurado a Light para fazer a instalação dos medidores de energia. Depois da denúncia, o arqueiro foi até a 42ª DP, em Recreio, registrar queixa contra a empresa. Muralha alega ter os pedidos de instalação dos equipamentos em sua residência.


Veja mais:


Confira algumas manifestações a favor do goleiro, no “caso Light”:

https://twitter.com/AlineGoncales_/status/916381967842672641?ref_src=twsrc%5Etfw&ref_url=https%3A%2F%2Fnetfla.com.br%2Fnoticias%2Fcaso-light-faz-goleiro-alex-ganhar-apoio-em-massa-da-torcida-do-flamengo%2F

E você, torcedor? Acha que a empresa pegou pesado com o Muralha? Deixe sua opinião nos comentários!

Veja também

  • O pior é esse jornaleco insinuar, na manchete da notícia, que o apoiamos pelo gato e não pq fizeram uma sacanagem com o sujeito. Esse jornal ja passou de todos os limites.

  • A exposição no caso é errada
    Mas o Alex é muito patético

  • A Light é uma empresa escrota, já fiquei sabendo de casos em que ela faz acordo com milicianos pra poder cortar a conta de luz das pessoas nas comunidades. Isso não é uma empresa séria.

  • Vai levantar uma graninha em cima da Light…

  • KKKK…claro que é só pq o cara é conhecido. Mas como diria o Tadeu do Fantástico. E como um gato…..kkkk

Comentários não são permitidos.