Gepe aplica nova determinação e organizadas são limitadas a setor específico

Em informação publicada pelo O Globo, as torcidas organizadas estão sob nova ordem da Polícia Militar do Rio de Janeiro. A partida de logo mais, entre Flamengo e Botafogo, será um ensaio da determinação onde obriga que as facções sejam limitadas aos setores atrás dos gols. As organizadas do Fla ficarão no setor Sul, enquanto as do Bota vão ficar no setor Norte. As uniformizadas terão que ficar misturadas em um mesmo setor, correspondente aos seus clubes, diferente do que é rotina nas arquibancadas carioca, onde cada organizada fica no setor de sua preferência.

Duas torcidas organizadas rubro-negras prometeram não atender a ordem feita pelo Grupamento Especial de Policiamento em Estádios. A Urubuzada e a Raça afirmaram que irão se deslocar para o setor Leste.  Já pelo lado do Botafogo, todas atenderam ao pedido. Segundo o comandante do Gepe, Major Silvio Luis, quem não obedecer a prescrição e for para outro lugar do estádio, com material, será retirado do local.

Elas terão que ocupar os setores atrás dos gols. Leste e Oeste não é liberado para levar material. Se quiser comprar ingresso, pode comprar, mas não pode levar nada. Já foi conversado com as torcidas, qualquer problema vamos atuar -, avisa.

As torcidas Alvinegras prometeram colaborar. Inclusive, vão se unir com uma faixa no setor  Norte, mostrando que estão todas juntas em prol de um único objetivo: apoiar seu time. A única organizada ausente é a Furia Jovem, afastada do estádio, assim como a Jovem do Flamengo, ambas sofrem com a mesma punição. O comandante do Gepe reforçou que não se trata de um confinamento. Mas sim um preparo em cima das medidas aprovadas no começo do ano, na Federação de Futebol do Rio, que preveem um breve cadastro de torcedores.

Não tem que ter setor separado, elas torcem para o mesmo time.Não é um confinamento. Estamos demarcando um setor do estádio para eles ficarem -, explicou o major Silvio Luiz.

Um fator novo para este clássico, é a divisão da torcida meio a meio, o que não vinha acontecendo nos últimos confrontos entre as equipes. Segundo a Polícia Militar, o fato ajuda na segurança, tendo em vista que está havendo um bom diálogo entre as diretorias. O comandando do Gepe acredita que haverá menos violência.

A divisão 90/10 foi exceção ruim, traz animosidade. Como os clubes tem se entendido melhor, acredito que seja mais tranquilo para as torcidas -, afirmou o major Silvio Luiz.

Mesmo assim, o Gepe fará escolta em ponto de concentração, ponto de confronto e já monitora ameaças de torcidas nas redes sociais. O Gepe projeta que a fiscalização ficará maior com o cadastramento das torcidas finalizado junto ao órgão.

Não deixa de ser um ensaio, a questão do setor específico ainda vai ter cobrança de carteirinha, ingresso identificado, cadastros pela organizada. Isso é mais pra frente. Amanhã é mais para replicar o que faz no Maracanã.

Veja também

  • Ótimo baderneiros tem que ficar confinado mesmo, e se aprontaram podem extinguir

Comentários não são permitidos.