LANCE! Espresso: “Eduardo Bandeira de Mello é o grande derrotado com as saídas de Rodrigo Caetano e Paulo Cesar Carpegiani”

O jornalista Luiz Fernando Gomes publicou nesta sexta-feira (30) sua coluna no Lance! Espresso e apontou a fragilidade do atual presidente Eduardo Bandeira de Mello em seu cargo, mesmo com o sucesso financeiro que o Flamengo atingiu nos últimos anos. O colunista ainda apontou erros cometidos pelo mandatário do clube. Leia a coluna na íntegra:

O presidente Eduardo Bandeira de Mello é o grande derrotado com as saídas de Rodrigo Caetano e Paulo Cesar Carpegiani, dupla demitida na última quinta-feira depois de uma reunião de diretoria na Gávea. A repercussão positiva das declarações do vice, Ricardo Lomba, que classificou a eliminação para o Botafogo como “vergonhosa” e prometeu mudanças “para colocar o Flamengo de volta ao caminho das vitórias”, pressionou o presidente, deixando claro a fragilidade de sua posição atual, mesmo com inegável sucesso na gestão financeira do clube. Mais do que Lomba, Caetano era seu homem de confiança no futebol. E, exatamente por isso, foi poupado em outros fiascos rubro-negros como o vexame da Libertadores do ano passado, as campanhas medianas no Brasileirão e os vices na Copa do Brasil e na Sul-Americana. O único título que conquistou, na verdade, desde que chegou à Gávea em 2015, foi o Carioca de 2017. Nada para um clube que comandou investimentos milionários, acertou em algumas escolhas, mas errou na maioria. A instabilidade dos técnicos é um sinal claro do fracasso esportivo dessa gestão: o sucessor de Carpegiani será nada mais nada menos do que o 13º treinador da era Bandeira de Mello.

Esperança no ar

Os erros do presidente rubro-negro no futebol não são recentes. Começaram quando ele decidiu acumular interinamente a vice-presidência, com a prisão de Flávio Godinho, em janeiro do ano passado, por envolvimento nos escândalos da Operação Lava Jato. A tal interinidade durou quase dez meses, até a indicação de Ricardo Lomba, em outubro. Sem um vice de fato, Bandeira deu amplos poderes a Rodrigo Caetano, fez vista grossa a problemas evidentes de gestão, contratações equivocadas e fechou os ouvidos às reclamações de conselheiros aliados e de oposição. A arrogância custou caro, foi um dos fatores a minar o seu prestígio no clube. Não é certo que a tal mudança de rumos que Ricardo Lomba, agora fortalecido, propõe irá de fato recolocar o Flamengo no caminho das vitórias. Mas a nova realidade é, sem dúvida, uma esperança para os rubro-negros. Vale aqui o oposto do dito popular: em time que está perdendo, tem mesmo que se mexer. Mas trocar o técnico é fácil. O duro foi elevar o nível das demissões.”

Texto retirado do Lance! Espresso. Clica aqui para vê-lo.

Veja também

  • So discordo quando disse,que os erros do Bandeira Começaram quando ele decidiu acumular interinamente a vice-presidência, com a prisão de Flávio Godinho, em janeiro do ano passado,pois nao e verdade e ele ja vinha errando no futebol bem antes disso,do resto eu concordo com tudo. O Bandeira esta colhendo o que plantou,pois foi muito arrogante,egocentrico,nao quis ouvir ninguem,e pensou que so ele sabia de tudo e que manda em tudo.Se o flamengo nao ganhar nenhum titulo de importancia esse ano,a sua chapa tem grandes chances de ser derrotada,e el ficar conhecido somente como o presidente que arrumou as finanças do clube e nad mais,lamentavel.

  • É meu querido, foi traído pela própria ambição, pelo seu EGO, pela sua arrogância, a VAIDADE é um dos meus pecados favoritos ( O Advogado do Diabo), quem viu o filme, vai saber do que estou falando.

  • Infelizmente o tiro no pé do Bandeira foi querer acumular funções. É um excelente administrador + não é a dele dentro do campo. Somos gratos ajuda dele na reestruturação do clube + se perdeu ao querer exercer funcaf que não tem domínio nenhum.

  • uma mudança como essa leva tempo pra ser absorvida. e o futebol do flamengo não tem este tempo. o que houve de pré-temporada, se houve, foi junto com os demitidos. só a excessiva vaidade do atual presidente justifica a demora em uma tomada de posição, que no passado poderia ter sido até mais suave, diante da total acomodação do elenco e de toda a estrutura do departamento de futebol.
    sem dúvida que o fator eleições- interna e externa(?) – também pesou na decisão de dar uma “carta-branca” ao vice de futebol que tendo preenchido o cargo em outubro passado ainda não tinha assumido.
    o elenco também precisa de um freio de arrumação, mas aí já é bem mais complicado. exige negociações. eu optaria em ao invés de abrir várias frentes escolher ao menos um dos medalhões acomodados e negociar.
    cravar que vai dar certo é pura aposta. torço para funcionar.
    assim o ano mágico fica transferido a princípio para 2019. confirmaremos isso em alguns meses. SRN

  • Bandeira é um traidor, egocêntrico e centralizador, Lomba é um verdadeiro rubro-negro.

  • o mal de treinador brasileiro é ser paneleiro. No Brasil, o futebol é semi profissional, pq existe muitas segundas intenções, que envolvem jogadores, técnicos e dirigentes! O dinheiro sempre fala mais alto.

  • Lomba fez exatamente aquilo que o Bandeira fez com a verdadeira chapa azul.

    • Sim, mas existe uma diferença: Bandeira jogou Bap e Wallim pra escanteio com claras intenções de ganhar o crédito por tudo de melhora na administração do Flamengo. Já Ricardo Lomba fez isso pra salvá-lo, seja pra que ele consiga eleger um sucessor na Gávea ou pra ser eleito deputado federal (coisa que depende do sucesso no futebol).

      • Eu não estou criticando o Lomba não mano, muito pelo contrário.

        • Sim, cara. Entendi hahah.

  • O que um ano de eleição não faz.
    Se a eleição fosse no ano que vem, tenho certeza que quem iria sair seria o Lomba.

    • com toda a certeza. quem antes tentou tomar estas atitudes foi afastado/esvaziado.

      • Isso mesmo

  • EBM tem culpa sim, segurava jogadores medíocres como Wallace e Márcio Araújo, Vaz, Gabriel que só saíram porque não aguentaram a pressão da torcida porque senão eles estariam no elenco até hoje, a depender desse presidente estávamos indo ladeira abaixo, financeiramente vai bem, mas eu gostava quando não tinha tanto dinheiro e era mais brigador em campo.
    Se vir Dorival acredito que ele não colocará só os medalhões, no São Paulo ele não foi a favor da contratação do Nenê e nem do Diego Souza, ele tem opinião, por isso não ficou lá. Enfim, talvez dias melhores virão.

    • Meu único receio com o Dorival é que ele é fã de pontas acéfalos e no ano passado sofremos com isso.

      • dorival tem ação na justiça do trabalho contra o flamengo. impossível.

        • Ele acabou de dar uma entrevista para o Esporte Interativo que não foi procurado, mas se for que negociaria sem nenhum problema.

      • Mas os pontas acéfalos dele funcionam. E hoje o Flamengo tem gente boa pra jogar nos lados.

        • Não esqueçam que ele treinou o Flamengo recentemente é não ganhou nada tambem

          • Aquele time não ganharia nada nem com o Guardiola.

        • No São Paulo não funcionou.
          Essa é uma crítica que costumo fazer: o Flamengo só joga pelos lados.
          O time não chega na intermediária do adversário. É só jogada lateral que resulta em chuveirinho. Não me agrada esse time de jogo.

          • No São Paulo não funcionou porque ele não tinha esses jogadores. E esse ano na hora de montar o elenco o Raí chegou e disse “vai ser do meu jeito”. Resultado, o Dorival que desde o ano passado pedia atacantes velozes ganhou Diego Souza, Nenê, e Trelez se juntando ao chinelinho do Cueva, perdeu Hernanes e Lucas Pratto e dizem que foi “forçado” a usar os caras pelo nome. No único jogo da temporada que ele deixou Nenê e Diego Souza no banco o time jogou bem, ele usou a base e a torcida aplaudiu. No Santos ele tinha seus pontas mas não era só correria pelos lados, tinha triangulação, os laterais atacavam por dentro, os volantes sabiam jogar e os pontas entravam na área, coisas que não acontecem no Flamengo.

          • No São Paulo ele estava usando muito Valdívia e Marcos Guilherme que ao meu ver são limitados.
            Berrío e Éverton são só correria. Vinicius Jr ainda está cru.
            Marlos é muito individualista. Geuvânio ao meu ver é muito fraco.
            Temos quantidade, porém sem muita qualidade pelos lado do campo.

          • Ele mal teve tempo de usar o Valdívia que também não é aquele velocista, já o Marcos Guilherme foi o melhor jogador do ataque na mão do Dorival. Eu considero Vinícius Jr, Everton Cardoso, Berrio e Marlos superiores ao Marcos Guilherme. O Geuvanio tem que saber o que quer da vida. O Everton Ribeiro sempre jogou nos lados, pode ser recuperado. Ainda tem o Thiago Santos voltando. Não acho que estamos tão mal assim não.

          • Estou falando de pontas acéfalos, nesse caso o Éverton Ribeiro não encaixa, pois ele sabe jogar bola.
            Não gosto de nenhum dos pontas que temos.
            O Vinicius Jr deveria jogar como um segundo atacante, atuando aberto o considero um desperdício.
            O resto que citei são todos acéfalos. Muita correria e pouca categoria.

          • De fato. Mas de qualquer forma não é só nas pontas que a gente tem problemas. Pra ser sincero acho que só estamos bem servidos no gol. Se for basear o treinador nos pontos fortes do elenco vai faltar treinador. Ou se pode basear o treinador na montagem do elenco já pensando nos próximos anos.

          • Acho que temos bons jogadores, mas que não se encaixaram em um esquema de jogo ainda. Convenhamos que se o próximo treinador chegar e conseguir extrair o melhor do Diego, Paquetá, Éverton Ribeiro e outros, o nosso time fica muito forte.
            O Luxemburgo uma vez no Fox Sports Rádio falou que conseguiria tranquilamente encaixar o Diego com outro meia (na época era o Conca) e não duvido que de fato ele consiga.
            Pq em um time cabe dois pontas acéfalos e não cabe dois meias criativos? Tudo tem que ser treinado.

          • Não sou tão otimista, não vejo esse time em condições de jogar um grande futebol sem ter que corrigir muitas deficiências antes contratando gente. E acho que por ser ano eleitoral vão querer um técnico que faça resultado a qualquer custo. Mas vamos esperar os próximos passos pra ver o que a direção de fato quer pra esse ano.

    • Sobre o Bandeira eu concordo e penso da mesma forma. agora se o dorival vier,nao ira mudar em nad,pois alem dele ser fraco,ele nao tem peito pra barrar os medalhoes e seria apenas mais uma marionete na mao dessa diretoria.

  • Arrogância de EBM é a mesma de parte da torcida que o defende sem restrições. Comodismo do EBM é o mesmo de parte da torcida que elogia e apoia um bando de jogadores milionários fazendo corpo mole. Até semana passada parte da torcida se iludia com o “timaço”. Desde 2017 todos sabíamos que nossos laterais eram fracos, que faltava nome jovem e rápido pra defesa, que ER7 não era mais o mesmo, que Diego voltou mal após contusão e que tínhamos bons momes na base. Teríamos que ter buscado as soluções em dezembro/janeiro. Mas quando se é arrogante, pensa-se ser melhor do que é. Isso serve para o EBM, RC e parte da torcida. Corrigir agora? Dificílimo! Faltam 8 meses para o fim do mandato. Qual bom treinador vai aceitar esse desafio curto e sem tempo e grana pra corrigir tantos defeitos? Eu tiraria Abel do Flu, esse faz milagre em time medíocre, além de ter autoridade. Depois, Dorival, se a opção for valorizar a base.

    • sinceramente acho que no futuro próximo a avaliação quase unânime da gestão bandeira de mello vai sofrer correções.

  • Todo todo de apoio cego a uma pessoa é negativo. Até entendo as pessoas gostarem do Bandeira, mas não enxergar a culpa direta que ele tem no fracasso do Flamengo dentro de campo é muita cara de pau.

    É muito questionável colocar na conta dele o sucesso financeiro, tendo lá gente especializada para fazer todo o serviço. O que podemos botar na conta dele é aquilo que ele mesmo puxou pra si publicamente, o apadrinhamento de dirigentes e jogadores altamente criticados. Agora tá plantando o que colheu.

    • Desculpa Almir, mas dizer que ele nada tem haver com a recuperação financeira é sacanagem. Mas opinião é opinião.

    • Penso da mesma forma,embora ele tenha a sua participaçao na reeestruturaçao financeira do clube sim,mas pequena e nao fez nada sozinho,longe disso.

Comentários não são permitidos.