Adversária do Fla na Copa do Brasil, Ponte Preta ainda pode ser excluída do campeonato

O Flamengo já fez a partida de ida contra a Ponte Preta, em Campinas, e levou a melhor: venceu por 1 a 0 e deu o primeiro passo para avançar disputar as quartas de final da competição nacional que mais rende lucro aos clubes. Contudo, o clube paulista ainda pode ser excluído da competição por conta de suposta escalação irregular. Segundo informou o repórter Wellington Campos, da Rádio Itatiaia, o Náutico procurou o STJD com pedido de suspensão da primeira partida da Copa do Brasil.

O STJD, por sua vez, ainda estuda se vai ou não denunciar o caso. A reportagem do Esporte Interativo chegou a entrar em contato com o órgão, que confirmou que o processo está em análise e não tem data para ser resolvido.

O Náutico afirma que dois atletas ponte pretanos, Júnior Santos e Igor, não poderiam jogar na última fase da competição, por terem sido relacionados pelo Ituano-SP na primeira fase do torneio. Os dois ficaram no banco de reservas na partida da equipe paulista contra o Uberlândia-MG.

Em nota oficial, a Ponte garante que escalou Júnior e Igor mediante a sinal positivo da CBF, obtido após consulta direta com a entidade máxima do futebol nacional. O clube afirma também que vai apresentar o ofício caso seja notificado.

Veja também

  • Só falta atrapalhar uma competição desse nível, que paga 60 milhões, por causa de dois nanicos. Só no Brasil mesmo!

  • Uma sugestão para acabar com esse negócio de tapetão por causa de jogador irrregular:

    1) Obrigar os times a divulgar os relacionados para o jogo (23 jogadores) com 48 horas de antecedência da hora do jogo;

    2) Dar o prazo para contestação quanto à regularidade do jogador em até 24 horas de antecedência da hora do jogo;

    3) Ter um plantão (3 auditores) para julgar (rito sumaríssimo) o caso em instância final;

    4) Findo o prazo indicado em “2”, o direito de contestar quanto à regularidade do jogador se extingue (em Direito, diz-se que preclui).

    SRN

    • Pra que isso tudo? Basta a CBF fornecer uma relação dos não aptos pra jogo antes da partida começar pro delegado do jogo.

      Se o delegado liberou, ou não avisaram ele vale o que está em campo.

      Dai em diante reclamações ficam com quem bobeou, mas jamais alteram resultados.

      • E se alguém do setor de registros da CBF falhar, como já falhou?

        Fazendo do jeito que expliquei, vc possibilita que a própria CBF (ou qualquer outra pessoa) possa reclamar antes dos jogos. Seria mais seguro juridicamente, sem dúvida.

        SRN

  • É impressionante a hipocrisia da imprensa. Reclamam que o futebol está chato. Que os jogadores brigam quando são driblados. Mas olha o título da reportagem deste cidadão. É por este tipo de matéria que o futebol se torna violento. Este tipo de título. desnecessário, provoca a ira dos jogadores, que ai sim, se sentem humilhados.

    • NÃO ENTENDI..

    • NÃO ENTENDI…

    • ??????????? Entendi porra nenhuma, kkkkkk

    • verdade.

    • ??? Onde estão provocando a ira de alguém nessa matéria?

      • Tbem não entendi.

    • Um?

  • Bagunça

  • Juninho Pernambucano rescinde contrato com a Globo!!!
    kkkkkkk

    • kkkkkkk, chega de mimimi

    • Pressão da torcida do Mengão, o cara se tornou uma metralhadora de merda e os próprios companheiros já não o suportavam mais.

      Agora vai ter bastante tempo pra se tratar da cabeça kkkkkk!

    • kkk sérioooo?

  • Já tô até vendo, o Flamengo vence a ponte quinta feira e depois a CBF manda jogar contra o náutico, mais um caso de tribunal envolvendo time do nordeste…

    • Você quer dizer que se o Flamengo ganhar da Ponte, quem passa é o Nautico?

      • Final do ano teremos FLAMENGO x náutico para decidir a Copa do Brasil…

  • Bizarro!

Comentários não são permitidos.