Luxemburgo volta a falar sobre possibilidade de entrar na política do Flamengo

Em ano político, é comum que diversos nomes sejam especulados como possíveis candidatos à presidência dos clubes, como é o caso do Flamengo em 2018. Uma das possibilidades que corre nos bastidores é a de que Vanderlei Luxemburgo, que teve quatro passagens pelo clube na função de treinador, dispute o cargo mais alto da diretoria.

Nesta quinta-feira (10), durante participação no programa Fox Sports Rádio, o “Pofexô” voltou a citar o possível ingresso na política do Rubro-Negro. Contudo, ele deixou claro que pretende ter mais anos de carreira como treinador.

Não terminei a etapa de treinador. Algumas coisas estão acontecendo para eu tomar decisão, tem a parte política, gosto muito, ingressar no Flamengo na parte política do clube, mas a minha cabeça ainda gira em torno de ser técnico. É uma coisa muito pessoal de busca profissional —, disse ele.

Anteriormente, Luxa já havia concedido entrevista a outros veículos, nas quais se dizia disposto a fazer parte do mundo dos cartolas. Inclusive, em declaração ao jornal Extra, ele chegou a afirmar que se reuniria com grupo de oposição a Eduardo Bandeira de Mello, atual presidente, para tratar da possibilidade [VEJA DECLARAÇÃO].

As candidaturas no Flamengo serão registradas no mês de setembro, o que deve ser tempo suficiente para Luxemburgo decidir se realmente entrará na disputa para assumir a presidência do Mais Querido.

Veja também

  • Esse cidadão quer apenas usar o Flamengo como ferramenta de corrupção. Uma pessoa viciada em jogos de azar, pode tranquilamente ser comparada a um usuário de Crack.

  • Se o Pôfexo já faz estrago no elenco como técnico (o fantasma de Anderson Pico até hoje nos aterroriza), imagina como dirigente ou VP.

  • Depois desse novo Fla acho difícil retornar ao passado. Embora não seja impossível. Que os sócios votantes tenham juízo. Eu tenho.

  • Ele iria negociar a base todinha…kkkkk

  • Gosta de um dinheiro

  • Acho que ele nao esta preparado para isso,ainda mais no mengao…esquece.

  • Pô Luxa, não é só querer, tem que ter “pojeto”. Tem que estudar. Lembrei agora o que o Cleber Machado falou para ele no Sportv. “Vai estudar, Luxemburgo”.

  • Nossa cota de ladroes já esgotou lá

  • Hoje em dia presidencia de clubes classe A é coisa para gente com MBA e experiencia de CEO ou cargos equivalentes em grandes grupos. Diretor de futebol ou de esportes requer hoje certas modernidades em termos academicos alem da experiencia de campo no ramo, é Claro.

Comentários não são permitidos.