André Rocha: “Flamengo ainda mais líder e seguro até para abrigar os “renegados””

Aos 19 minutos do segundo tempo, com 1 a 0 no placar e o Paraná de Rogerio Micale saindo mais para o ataque e rondando a área do Flamengo, Mauricio Barbieri colocou em campo Willian Arão no lugar de Jean Lucas. O jovem da base cumpriu boa atuação por dentro da linha de meias do 4-1-4-1 rubro-negro, embora não seja reposição para o talento de Lucas Paquetá na articulação.

Uma substituição controversa pela qual a torcida demonstrou contrariedade, ainda que um tanto contida pelo placar favorável e a ótima fase do time. Para compensar, a saudada entrada de Filipe Vizeu no lugar de Henrique Dourado – lutador mais uma vez, porém novamente destoando dos companheiros no desempenho.

Mas o líder do campeonato vive fase de tanta confiança e segurança que até os ”renegados” são abrigados e respondem com boas jogadas. Como a infiltração de Arão, lembrando os tempos de Botafogo e até os melhores no próprio Fla, para servir Vizeu em sua despedida do Maracanã antes de partir para a Udinese. Segundo gol e jogo resolvido aos 20 minutos. Seis minutos depois, Diego saiu para a entrada de Marlos Moreno, outro que tem seu desempenho muito questionado. Mas quem se importou?

O Paraná baixou a guarda e o Fla, basicamente, jogou para que Vinícius Júnior fosse às redes no seu provável último jogo no Maracanã com a camisa do clube que o revelou e rendeu uma negociação com o Real Madrid. Mas o jovem parecia ansioso, emocionado. E não rendeu. Perdeu uma chance clara ao demorar a finalizar e só apareceu no final, em belo passe por elevação para o voleio de Everton Ribeiro que o goleiro Thiago Rodrigues salvou.

A última das nove finalizações do Fla, quatro no alvo. Contra sete do Paraná, mas nenhuma na direção da meta de Diego Alves. Muito por mais uma atuação correta do sistema defensivo rubro-negro. Com a última linha bem posicionada, mesmo com as constantes mudanças no miolo da zaga, e muita concentração de todos para pressionar logo após a perda da bola. Além disso, jogadores como Cuéllar e Renê têm sido precisos em desarmes e na tarefa de cercar o adversário e impedir o contragolpe rápido.

Um time bem distribuído em campo e que sabe o que fazer. Mesmo sem tanta criatividade, soube rodar a bola com paciência – teve 62%  de posse no primeiro tempo e terminou com 57%. Diego desta vez não foi tão objetivo na armação. Outro a sentir falta de Paquetá. Compensou com luta e sofrendo e cobrando a falta que desviou na barreira e saiu do alcance do goleiro. Para descomplicar o jogo.

Em outros tempos poderia ser uma partida perigosa pelo ”oba oba” ou por uma certa acomodação pela boa vantagem na liderança, agora de seis pontos sobre Atlético-MG e São Paulo. Mas o Flamengo de Barbieri vem jogando com seriedade e consistência. Na última rodada antes da parada para a Copa do Mundo, um teste importante para confirmar a força coletiva contra o Palmeiras em São Paulo.

Ainda que em julho comece outro campeonato. Por isso a importância para o Fla de tentar até aumentar a vantagem para administrá-la especialmente no decisivo mês de agosto, com jogos seguidos contra Cruzeiro e Grêmio, incluindo Copa do Brasil e Libertadores. Sem Vizeu e, provavelmente, Vinicius Júnior. E o time de melhor campanha no Brasileiro ainda pode ser alvo de mais assédio durante o Mundial – quem sabe o futuro de Paquetá?

Como será o amanhã do Flamengo? Se é impossível prever o futuro, a torcida curte a fase iluminada, na qual até Willian Arão ressurge para ser decisivo.

Reprodução: Blog do André Rocha | Uol Esporte

Veja também

  • O time de Ricardo Goulart acabou de contratar o Talisca, o que o obrigará se desfazer de um estrangeiro, ele é um dos cotados para sair, acabou de completar 27 anos, lá na China marcou 97 gols em 143 partidas (0,68), sei que o futebol Chines não é parâmetro de comparação, mas seu scored não é medíocre. Também seriam boas contratações o Bernard ou Vitinho, Wagner Love (se vier de graça) e um lateral direito pra ser titular. Será que na America do Sul não teria um lateral bom de bola? Um esquerdo reserva também seria bem vindo, principalmente com a provável saída de Trauco. Acho desnecessário contratar outro zagueiro, Léo Duarte e Thuller tem mostrado futebol para assumirem a titularidade em breve, mesmo com os idosos no estaleiro constantemente, ano que vem sob em definitivo o Patrick e o Dantas. Assim como, não precisamos de outro volante (Cuellar, Jonas, Jean Lucas e Arão são suficientes).

    • Falou tudo meu amigo.
      Goulart está louco pra ir embora da China, é um jogador decisivo, rápido, joga como segundo atacante, meia centralizado, meia esquerda.
      Sabe fazer gol, é jovem, tem entrosamento, tem que tentar trazer, é muito acima da média, muda nosso time de patamar esse tipo de contratação.

      • Ele e o Vitinho arrumariam o ataque depois da saída do Vinicius Jr.

        • Os dois?
          Só traria um dos dois, e gosto mais do futebol do Goulart do que do Vitinho

          • Os dois pq o Goulart jogaria no lugar do cone ceifador, imagino que ele entraria super bem nesse time do flamengo atuando como um falso 9.

    • E O FLAMENGO COM ISSO….JOGADOR DE SEGUNDA DIVISÃO AGENTE NÃO QUER NÃO… NEM BOSTA FEITO ELE AGENTE NÃO QUER

  • • Quarta vamos tirar os Porcos de vez da briga, e “fortalece-los” para os mata-matas;
    • Primeira rodada pós copa é contra o SP, vamos tirar mais um time da briga;
    • Precisamos de um elenco forte para Agosto, no BR vamos jogar com times mistos/reservas salvo engano, todos os jogos;

    #segueolider

    • Em setembro só jogaria com time misto ou reserva contra o sport.

      • Em Agosto que começa a farra do boi, mas não colocaria time misto no brasileiro.

        Mas se formos pensar bem, Grêmio e Cruzeiro vão de time misto contra a gente kkkkkkkkkkk

  • paquetá e cuellar duvido mto que saiam agora, podem até serem negociados, mas deverão sair só em 2019, agora VJ vai fazer falta. o ideal seria vitinho pro lugar dele, mas a diretoria não vai querer fazer esse investimento :/

    • Bernard (ex atletico mineiro) acaba o contrato em junho e já está livre no mercado. Joga fácil no Fla.SRN

      • Top, se acaba o contrato seria muito bem vindo, jogador agudo, habilidoso, técnico.

      • Infelizmente é um jogador que tem mercado na Europa e vem de uma boa temporada pelo clube, mas acessível seria o Vitinho no momento mesmo tendo que fazer o oferta já que tem contrato, mas valeria o investimento.

        • EU PREFIRO VITINHO

      • NÃO QUEREMOS JOGADOR DE SEGUNDA DIVIOSÃO AQUI NÃO…SE FOR PRA CONTRATA ESSES JOGADORES E MELHO DA CHANCES AO MARLOS MORENO QUE ESTA PEGANDO RITMO E ETRADO BEM E TBEM BOTADO A BASE PRA JOGAR…

    • Bernard seria maneiro nessas condições!

  • Segue o vice,porque o líder disparou..

  • Essa “nova temporada” que começa em agosto que assusta, principalmente pelo silêncio do mercado.

    Em tempo, não aceitaria nenhuma proposta por Paquetá que não contemple uma cláusula de empréstimo do mesmo ao próprio Falmengo até dezembro de 2018. Está na hora do Flamengo colocar o retorno técnico na frente do financeiro.

    • O mercado paga a multa dele, mas o salário não será tão absurdo, não ainda! Vale a pena segurar o Paquetá aumentanto mais ainda o salário dele, tenho certeza que ele ficaria por mais uma temporada.

      • ELE NÃO VALE TUDO ISSO NÃO……PREFIRO QUE AUMENTA PRO CUELLAR QUE E O MELHOR MEIO DE CAMPO ….

Comentários não são permitidos.