Léo Duarte revela ter jogado com dores no tornozelo, mas garante: “Valeu muito a pena”

Com 17 pontos conquistados até o início da rodada, o Flamengo entrou em campo sendo dono da primeira posição, para enfrentar o Corinthians. A equipe paulista começou a rodada na terceira colocação, e esperava um bom resultado para ameaçar o topo do Fla. O duelo se mantinha equilibrado e o Flamengo contou com um herói improvável: Felipe Vizeu entrou no segundo tempo e marcou o gol da vitória do Mais Querido, que venceu por 1 a 0 e chegou a 20 pontos no Brasileirão, se isolando ainda mais no topo da tabela.

Após a partida, Léo Duarte falou com a imprensa na zona mista e revelou que jogou com o tornozelo doendo. O zagueiro, porém, garantiu que valeu muito a pena o esforço e parabenizou o Mais Querido pelo CEP (Centro de Experiência e Performance) dentro do Ninho do Urubu:

— O tornozelo está doendo um pouco sim, só que esse trabalho do CEP e a estrutura do Flamengo é muito bem feita e deu suporte para eu poder estar em campo hoje. Valeu muito a pena (o esforço), foi o jogo que eu imaginei, saí com a vitória, e com a cara do Flamengo: na raça e disposição. É muito importante criar essa gordurinha, mas amanhã a gente treina normalmente, é voltar a cabeça pro Fla-Flu porque vai ser um jogo muito importante pra gente. Fiquei dois anos sem jogar praticamente, graças a Deus, com essa sequência, eu posso mostrar meu futebol. Tô me soltando um pouco mais a cada jogo e tenho mais pra evoluir.

O clássico contra o Fluminense acontece na próxima quinta-feira (07), no Mané Garrincha, em Brasília. O Mengão é líder isolado da competição e não pode ser alcançado nessa rodada, enquanto a equipe de Abel Braga permanece na oitava colocação, com um jogo a menos (enfrenta o Paraná na segunda-feira (04).

Veja também

  • Esse rapaz esta jogando muita bola.

  • Não querendo comparar nada, em 1981 a zaga central do Flamengo era Marinho e Mozer, e não gozava de muito prestígio. Marinho fora contratado uns 2 anos antes, fora campeão brasileiro em 1980 jogando ora com Manguito ora com Rondinelli, e Mozer subira da base. No dia que devolvemos o 6×0 ao Botafogo, a zaga central ainda era o ponto fraco do time, mas naquele jogo ela começou a se firmar, não perdeu uma bola, no chão ou no alto, e deu tranquilidade a aquele time altamente ofensivo para sufocar o Botafogo e enfiar logo 4×0 no primeiro tempo. E assim foi até ser campeão do mundo.
    Como eu disse, não quero comparação mas Léo Duarte e Rhodolfo me fizeram lembrar daqueles tempos. Tá certo que Jonas e Cuéllar não são Andrade ou Carpeggiani, Rodinei não é Leandro e Renê não é Júnior, mas essa nossa zaga vem dando conta, com o Léo se destacando como o “zagueiro veloz” que não temos desde que Samir foi embora. Está a cada dia mais seguro e confiante, e muito em breve dominará a posição. Vale a pena esperar, antes de gastar uma fábula pra trazer qualquer caneludo de fora.
    Méritos para o treinador, que não tem medo de pôr os moleques pra jogar.

  • Quanto a defesa, o miolo de zaga atual não deve ser mexida. Além de mais novos, há mais disposição e raça além de serem mais velozes. Apresentam melhor aproveitamento nas bolas altas e não tomamos mais gols de cabeça. Parabéns pelo momento.

  • Nao se esquecam que pra base fazer sucesso alguem esta por tras, a equipe do EBM que muitos aqui falam mal.
    Desculpem os erros estou com preguica de colocar os acentos.

  • além de ter passado segurança, roubou muitas bolas, não perdeu nada por cima e ainda conseguiu se apresentar bem na frente

  • Esse fará, aí lado do Tuller, a melhor zaga do Brasil, daqui a algum tempo.

  • Taí pra quem meteu o pau no cara. Tem jogado muito e merece a titularidade. Na verdade, ele e o Rodolfo tem que ser a zaga titular. Juan e Rever serão bons reservas.

    • To contigo.

  • Lembrando, só lembrando, que esse jogador podia muito bem ser aproveitado desde 2016, assim como Vizeu, Paquetá etc, teve muito azar naquele ano, em 2017, lembro que quando todos os zagueiros do elenco estavam machucados (só não Rodolpho) ele entrou num jogo contra o Vice, sofreu um carrinho criminoso e só agora está mostrando a que veio! E digo mais, Thuler, Patrick, Dantas, daqui a pouco vão pedir passagem! SRN

    • Cada jogador tem seu tempo certo.
      Alguns sobem para o profissional e não saem mais. Outros demoram um pouco para se adaptar(O caso do Léo Duarte)

    • Podia ser que se entrasse em 2016 não desse certo, seria queimado, zagueiro é uma posição que exige muita maturidade, qualquer erro pode levar a derrota, agora ele está mais maduro.

    • Em 2016 ele ainda fez aquela partida contra o Palmeiras, se não me falhe a memória, na “má” companhia do Cesar Martins – que Portugal o tenha e o mantenha por lá he he he.

      Pelo comentário durante a transmissão do SportTV, ele ganhou 6kgs de massa nesse período. Naquela época acredito que nem o Flamengo tinha um esquema defensivo tão ajustado quanto agora – Rodinei só falta você se acertar nesse posicionamento -, nem ele estava preparado fisicamente para o embate contra centro avantes mais fortes fisicamente.

      Ainda bem que ele está conseguindo ter a sua chance e dando um fôlego para a busca desenfreada por um zagueiro. Isso diminui bastante a chance de vir alguém que vá apenas compor o elenco.

      SRN

      • Ó Cesar Martins tá no Juventude de Caxias do Sul. Por ironia, no mês passado o goleiro do time foi expulso e ele foi pro gol.

  • Raça! QUER MOSTRAR SERVIÇO! Esse é o espírito! SRN

  • já deu pra rever e juan. Reserva pros dois.

  • Sempre pedi ele de titular devido à lentidão de Rever e Juan, mas muitos diziam que ele era fraco, hoje foi o melhor em campo num jogo tão grande, calando a boca dos críticos .

    • Já vinha jogando bem. Concordo.

    • Só tem que ter paciência porque eventualmente ele vai falhar e é aí que a torcida tem que dar apoio.

  • Diego e Paquetá nos 2 últimos jogos pra cá melhoraram, o ER7 q era o único dos 3 q vinha jogando bem, caiu um pouco, mas tá bom, espero qo Juan não volte ao time titular, esse pra mim já deu, no pênalty da Chape q o Jonas fez, um erro grotesco do Juan, Rhodolfo e Léo, a zaga, si for Rhodolfo e Réver, talvez seja boa também, e lá na frente acho q será Rhodolfo e Réver, si o pessoal contratar bem, Lateral esquerdo, um volante e um avante, talvez nem precise d zagueiro, porq a mulekada está dando conta, si melhorarem o elenco, nosso futuro será promissor, SRN

  • Agora tá todo mundo encantado com o rapaz, mas a um mês atrás maioria dizia que era fraco.

    Digo e repito que todos esses garotos da base precisam de sequência e paciência da torcia, aturamos caramujo por anos e alguns lunáticos ainda viam o bosta como “útil”, não pode crucificar nossos garotos por qualquer oscilação.

    • Diziam q o Léo Duarte não passava confiança, mas não é todo garoto da base q vai vingar, M.Sávio por exemplo, teve várias chances, e se viu q o cara é fraco mesmo, SRN

    • aturamos guerrero com um bando de alienados batendo palma pra ele.

  • Gosto quando joga simples e sério, obviamente ele é um zagueiro com técnica, mas não precisa provar isso, tem que deixar acontecer naturalmente.
    No mais, vamos revelar mais um bom jogador do título de 2016, acho que desde 90 nenhuma geração vingou como essa tá vingando.

    • Junior,

      O que mais estou gostando da nova dupla de zaga do Flamengo é que o número de ligações diretas em lançamentos de rifada de bola diminuiu sensivelmente.

      Além disso, o Léo Duarte tem tentado aparecer como elemento surpresa na condução da bola da defesa para o ataque sem que isso esteja desguarnecendo a zaga.

      Acredito que a dupla tem tudo para evoluir ainda mais ao pegar cada vez mais entrosamento.

      SRN

      • Acho que também é uma recomendação do tecnico, a dupla não rifa, e estão muito entrosados pra nossa sorte.
        Léo Duarte tem só que tomar cuidado pra não ser um elemento surpresa pra o Diego Alves né ? Kkk não pode brincar quando está muito atrás.

      • Acho que isso não foi por causa da dupla e sim por orientação do Barbieri. Rever e Juan também estão evitando dar chutão, assim como os laterais e o Diego Alves. SRN

        • Alessandro,

          O Rever é incorrigível. Teve uma época em que eu assistia aos jogos e fazia uma tentativa de scout segundo meus critérios. O Rever era o campeão de lançamentos errados e forçados. E olha que eu tinha o cuidado de separ lançamento de desafogo da defesa.

          O Juan sempre foi MUITO mais técnico. Acabei colocando-o na frase por ser essa então a dupla de zaga titular. Hoje, salvo qualquer problema de contusão, não tem porque ser mais.

          SRN

  • e pensar que chamara o cesar lima e ele nao.

  • E pensar que Rafael Vaz jogava e ele não..

    • Mas não significa que se ele entrasse naquela época teria entrado bem, cada jogador tem seu tempo.

      • Verdade, mas como nunca foi testado não dá pra saber

  • Tá jogando muito…

Comentários não são permitidos.