Roberto Assaf: “Atenção povo rubro-negro! O Paraná é um fantasma na vida do Flamengo”

Atenção povo rubro-negro! Não existe jogo fácil demais na Série A. Se menosprezar o Paraná, que enfrenta na noite de domingo no Maracanã, corre o risco de sair de campo sem os três pontos. O time paranista vem de duas vitórias sobre adversários recentes do Flamengo, o Bahia e o Fluminense, e a previsão é a de que montará uma retranca medonha, para segurar pelo menos o empate, que na sua luta pela sobrevivência na elite será de enorme valia.

O Paraná é o penúltimo na tabela. Perdeu a metade dos jogos que disputou. Fez seis gols e tomou 13. Mas há sete defesas piores: Vitória (20), Chapecoense (19), América-MG (17), Atlético-MG, Bahia, Ceará e Santos (14). O Vasco também tem 13. O técnico Rogério Micale, que está no cargo desde o começo do Brasileiro, fez um punhado de mudanças desde a segunda rodada, e na medida do possível, o time evoluiu.

Quem conhece e vê futebol há muito tempo, como este que vos escreve, tem o sentimento do que pode acontecer no domingo, caso o Flamengo não dê o devido respeito ao adversário: o Paraná entra fechadinho, o adversário vai tocando a bola em busca de espaços, e conforme o tempo vai passando, a torcida perde a paciência, o time cai em desespero, e o gol não sai. Ah… ainda há o risco de tomá-lo em contra-ataques.

Logo, é preciso entrar arrasando, pressão total, mostrando autoridade, disposto a decidir antes que seja tarde. Atenção povo rubro-negro! O Flamengo tem um retrospecto terrível contra o Paraná no Brasileiro.

E para quem esqueceu, no ano passado foi eliminado pelos paranistas na Primeira Liga, 1 a 1 no tempo regulamentar, e derrota de 5 a 4 nos pênaltis, jogando com o time titular, e diante de 10 mil pessoas no estádio de Cariacica torcendo a favor. O Paraná é um fantasma na vida do Flamengo. Não deve ser subestimado. E o Flamengo está proibido de perder pontos domingo. Sem chance para zebra.

Reprodução: Roberto Assaf | Rua Paysandu

Veja também

  • Me recuso a temer o Paraná. Ainda mais em uma campanha que até aqui se mostra de campeão. Prevejo uma vitória fácil, com o time embalado pela torcida. Também prevejo um bom jogo contra as peppas.

  • Roberto Assaf tá com sindrome daqueles times nossos sem comando, afobado é pressionado, o time hoje é leve, consciente. Sabe o que faz com a bola

  • Pra cima deles Mengão !!

  • Não acho nada demais. É só um conveniente alerta. Nada demais. Por encararmos times pequenos com certeza da vitória é que já vivemos momentos frustrantes. Exemplos não faltam. Isso não é pessimismo, é realismo. Tem que entrar com o mesmo empenho que enfrenta grandes times. Tem torcedor que não aprendeu com os “cheirinhos” causados pelo excesso de confiança.

  • Roberto Assaf é jornalista do Lance, que é bem ligado ao Maurício Rodrigues. Quem não conhece compra, e quem conhece não deveria comprar nem vender.

    • Roberto Assaf e jornalista que mais conhece a história do Flamengo.

      • O que não significa que seja bem intencionado.

        • É onde está a má intenção no que ele escreveu ? Por incrível que pareça o Flamengo em campeonatos brasileiros é freguês do Paraná ,11 a 5 e jogando no estado do Rio o Flamengo só tem 1 vitória e 5 derrotas.

          • Ele conduziu o texto de uma forma que qualquer tropeço do Flamengo amanhã vai ser decorrente de empáfia do clube.
            Apesar do retrospecto desfavorável contra o Paraná, ele omitiu o fato de que o Flamengo diminuiu a diferença nos últimos confrontos.
            Ele encerrou o texto com uma informação inverídica. O Flamengo entrou em campo com um time reserva na 1a. Liga contra o Paraná.
            Você parece admirar o Assaf e eu respeito isso. Só me reservo o direito de não confiar nele.
            SRN!!

  • Time titular na primeira liga? esta sabendo legal em? Meus deus o cara nem disfarça a má vontade com o time, Paraná tem um histórico contra a gente? Fato só que historia não entra em jogo e este time mostrou em todos jogos que “menosprezar adversário” não esta no seu dicionário, é quem quer ser campeão não pode perder ponto para um candidato a rebaixamento.

  • Copa da liga era time C, ate o Conca jogou.

    • Na tentativa de desmerecer a campanha ate inventar dados vale.

  • Amigos Rubronegros

    O jogo contra o Paraná será difícil e cabe aos nossos jogadores entrar com a “vontade de ganhar” habitual para que ele se torne “fácil” durante a partida.
    Nada de oba oba, nada de firulas desnecessárias antes de fazer uns 3 gols de diferença no jogo. Tem que entrar em campo com muita seriedade, evitando o corpo a corpo, tocando de primeira pra não tomar cartões principalmente os 6: – Vinicius Jr, Cuellar, Henrique Dourado e Renê(Jonas e o Geuvânio tambem estão pendurados) que serão visados pela arbitragem paulista pra tirá-los do jogo contra o Palmeiras.
    É agindo assim que vamos conseguir evitar os cartões, porque o jogo vai ser duro, de muitos lances violentos por parte do time do Paraná!!

    Aquele abraço

    • Agora aqui estou eu com esse “papo chato” sobre a arbitragem:
      Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, auxiliado por Anderson José Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo, todos de SP.
      Quem é esse Aparecido? – É um safado paulista que parece ter sido “sorteado” para tentar ferrar o Flamengo tanto no jogo de amanhã contra um time que vai se defender com todas as forças e tentar fazer 1 gol num erro nosso e, ou num contrataque rápido, como dando cartões para o Vinicius Jr, no Cuellar, ao Henrique Dourado e no Renê(Jonas e o Geuvânio tambem estão pendurados), visando nos desfalcar no próximo jogo contra o Palmeiras. Tudo indica que ele vem “orientado” para fazer isso.
      Próxima partida será contra um time paulista e me “sorteiam” um trio de árbitros paulistas.
      Como é que a nossa diretoria não reclama e aceita calada uma coisa dessas???????

      • Concordo! EBM teria que pelo menos se manifestar para que eles não digam que ninguém reclamou.

  • Meu medo é outro, o time esta carregado de cartão e cheio de jogador pendurados ou seja o medo de levar cartão e ficar suspenso no outro vai fazer o time tirar o pé.
    Ai sim é o perigo!

  • Também to com esse pressentimento.
    Jogo cheio de oba-oba sempre dá problema.

    Paraná nos eliminou na primeira liga.

    Não tem jogo fácil

    • Correção, o Paraná eliminou o time C do Flamengo

      • Se o time “C” do flamengo fosse campeão, voce teria comemorado. Então, quem perdeu foi o fla. Não importa se é A, B ou C.

        • Importa para essa eliminação específica, mas estamos falando do jogo no Brasileirão desse ano e dessa vez não vamos jogar com o time C, então essa eliminação não serve como parâmetro, entendeu?

Comentários não são permitidos.