Roberto Assaf: “Muita teoria e pouca prática”

A derrota para o Cruzeiro no Maracanã deixou mais uma vez evidente que há teoria em excesso e prática de menos no futebol que o Flamengo leva para o campo.

Vinícius de Moraes dizia que a mulher tem que ter alguma coisa além da beleza, qualquer coisa feliz, que ri, que sente saudade… Ou seja, falta ao time levar em conta a possibilidade do imponderável, a malandragem no bom sentido, a percepção de que as probabilidades propostas pelo técnico e por sua comissão, com base em análises táticas e científicas, não são suficientes para ganhar jogo.

O futebol é mais simples do que eles imaginam e tentam entender. Tem que ser duro sem perder a ternura jamais. O que se faz no campo profissional é a sofisticação da pelada comum de todos os dias, sem esquecê-la, porém, de jogá-la para valer. É preciso aproveitar os ensinamentos que os avanços tecnológicos criaram nos últimos tempos, para medir a capacidade física de cada um, sem abrir mão, no entanto, da alegria, do drible, do improviso, da graça que esse esporte formidável pode proporcionar.

Há no Flamengo de hoje muito laboratório e mesa de botão, e pouca inspiração natural, sem a qual o futebol não sobrevive. Falta o chamado vestiário, o papo daquele cartola velho de guerra, que sabe quebrar a sisudez das regras impostas pelo preparador físico nos treinamentos e pelo técnico no quadro negro, deixando o grupo à vontade para praticar, no gramado, o que a teoria do cotidiano tem deixado como única opção, quando o time entra em campo.

O Flamengo de hoje, ao contrário da mulher lembrada por Vinícius, sequer beleza tem. Daí também a falta do riso e da felicidade. O que tem restado mesmo é apenas a saudade de um tempo que não volta mais.

Reprodução: Roberto Assaf | Rua Paysandu


Compre capinhas oficiais do Mengão para teu celular! São diversos modelos diferentes para todos os gostos. Basta clicar aqui para ser redirecionado.

Veja também

  • Tragam o Abel pro Flamengo urgente, precisamos de Técnico, chega de Estagiário treinando nosso time….!!!!! Barbieri colocou o Jean Lucas sem posicionar o menino que estava perdido em campo, aliás o time todo estava totalmente perdido em campo ontem, acordem…!!!!

  • Kkkkkkkkkkkkkkk o engraçado é que tem 3 jogos que o Flamengo era o melhor time do Brasil. Depois do jogo contra o Grêmio pela Copa do Brasil só faltaram entregar os títulos pro Flamengo. Agora, depois de uma derrota com time misto e uma derrota importante na Libertadores, o time não vale mais nada e é o pior do Brasil. Mídia modinha e torcida mais modinha ainda.

  • chega de oba oba

  • Sinceramente, me diz uma coisa,ontem eu li em jornais que o Flamengo seguiu o seu dia normal,nem maie e nem menos,será que não esta faltando vergonha na cara,se liga e deixa de querer ser um derrotado,vai ficar de novo no cheirinho esse ano? em 4 competições não firmou em nenhuma,o carioqueta foi de ralo abaixo,a libertadores tomou 2 em casa,a copa do Brasil empatou e foi um fiasco,no Brasileirão perdeu a liderança para os bambis,afinal o que o time ta querendo? acha que entrevista lindas e com belas palavras vão empatar o jogo? que isso? agora todo classe tem um apagão e se acovarda,precisa de entrar no jogo mais ligado e não querer virar piadinha,se o time não respeita os torcedores que gastam seus poucos dinheiros que tem,pega metro,onibus e ainda vai trabalhar no outro dia cedo so pra prestigiar os seus futebol,respeitem pelo ao menos voces como homens e chefe de familia,vergonha , vergonha.

  • Alô Nação.

  • O time do flamengo entrou no oba oba,so de dar entrevista ganha jogo,nao é assim,se nao meter bola na rede voa da competiçao.

  • será que vai ficar no cheirinho de novo?

  • mais raça

  • Na verdade para mim, esta tudo errado. Primeiro a repetição do erro na efetivação de mais um “técnico” inexperiente no comando do time em um ano de CDB, Libertadores, Brasileirão. Novamente a história se repete e pelo visto mais uma eliminação na libertadores…para mim não vejo esse grupo com forças para reagir. A mentalidade confusa e “amadora” de um DF sem eira e nem beira. Trazer jogador por nome apenas em nada resolve se esse não vem com compromisso com as tradições do CRF. São pessoas fracas e sem um perfil de Flamengo, o que se vê dentro de campo é somente o reflexo disso. Já passamos do meio do ano e as perspectivas não mudam. Que venha 2019, e que a nova diretoria tenha mais preparo (falo de futebol, OK) e um perfil vencedor, que cobre e que resgate o ESPIRITO RUBRO-NEGRO. Tem que mandar embora jogador “velho” e que não está mais dando conta, cobrar de medalhão desempenho, ter um técnico de verdade e que tenha um perfil de comandante e não um mero observador como é o caso. Tudo pode acontecer no mundo do futebol, mas a minha visão não vai mudar só por vir um título. Rômulo, Pará, Rodinei, Renê…ainda representam um Flamengo fraco e medíocre. Tem que renovar, mandar embora, emprestar, seja lá o que for. Não dá para se pensar em um time vencedor, com esse tipo de jogador ainda no elenco e no caso dos dois laterais: titulares. Tem que mudar a mentalidade. Continuo apoiando o CRF, mas estou muito decepcionado.

  • Mais uma ves os nossos sonhos de ver o mais querido do Brasil de ser campeão vai ser frustrado pq esse irresponsável do Barbieri joga com medo do adversário em pleno Maracanã.pq não da lugar pra outro?

  • Falo por mim e respeito a opinião dos outros. Perdi o respeito pelo Barbiere. Técnico bom é aquele que dá esporro no time no vestiário lembrando-os inclusive sobre os salários que ganham e a história do clube(como o Renato fez após nosso empate contra o grêmio na arena deles). Alem disso, no mínimo tem que observar o jogo do adversário no intervalo para fazer mudanças táticas ou substituições corretas. Chega de técnicos que só se preocupam com a parte técnica. Chega de incompetência futebolística. Precisamos de técnicos que botem terror nos jogadores e que só aceite ser técnico se a diretoria der total liberdade nas escolhas de contratações como tb nas escalações, barrações e dispensas do time. Será que ele não percebeu ainda que novamente levamos os gols pelo lado esquerdo? Porra, precisamos de lateral esquerdo, direito e um zagueiro. A lateral direita é nula tb, Quanto ao Rever, perdoem-me mas não mais vejo diferença entre ele e Juan(idosos incapazes de acompanhar atacantes profissionais). Rodolfo? Pé de vidro. Quanto ao ataque não me acho no direito de opinar pois são jogadores recém contratados que não jogaram nem um milésimo de tempo que o inútil Guerreiro jogou. Esse time tecnicamente é bom mas psicologicamente não é cobrado. Todas essas atribuições p mim são características de um técnico realmente bom. Sem mais. SRN

  • A inocorrência no mesmo erro vai custar ainda mais caro para os torcedores do Mengão. Ano passado, como um time tão inconstante quanto este, o presidente Bandeira dava entrevistas que sustentava por sua conta o emprego do fraco e inexperiente treinador estagiário Zé Ricardo. No momento a coisa não é diferente. Após uma equivocada dispensa de todo o departamento técnico, efetivaram o igual estagiário Barbiere. Óbvio que iria acontecer o mesmo que o ex; perder taticamente para um treinador rodado que sabe jogar competições estilo mata-mata. O Flamengo se prepara muito mal para enfrentar competições que exigem muito mais que filosofias destiladas em entrevistas coletivas. Há treinadores caros, é verdade, mas que tem bem mais condições de exigir dos medalhões o “algo mais”, coisa que um coitado neófito como Barbiere ou Zé Ricardo jamais farão. Jogador é parecido com funcionário publico; só respeita e atende a ordem de chefe que tem bagagem, que tem mais conhecimento e currículo que ele. Definitivamente essa diretoria comandada por um engomadinho desconhecedor de futebol como o tal Lomba, não poderia dar ao torcedor nada muito melhor que o que estamos pasmos assistindo. Vão insistir com Barbiere até que não haja mais condição de conquistar mais nada esse ano. E nós que nos viremos para aguentar a galhofa do time da bandeira LGTB.

  • Compre capinhas oficiais do Mengão para teu celular! São diversos modelos diferentes para todos os gostos. Basta clicar aqui para ser redirecionado

Comentários não são permitidos.