Wallim abre o jogo sobre caso Taves: “É competente, mas não teria o contratado”

Nesta terça-feira (18), o Colunadoflamengo.com informou em primeira mão que Ricardo Taves, gerente de conteúdo, vai sair do Flamengo em meados de outubro. O gerente foi responsável por iniciar umas das maiores polêmicas nos bastidores do clube: o fato de ser torcedor do Corinthians e trabalhar no Rubro-Negro. Wallim Vasconcellos, ex-vice-presidente de futebol do Fla, comentou sobre o assunto no programa Resenha ao Vivo, da TV Coluna do Flamengo.

Wallim ponderou que o profissional não teve culpa de ser contratado, pois, além de ser competente, fez um trabalho bom à frente do Mais Querido. Porém, o ex-VP afirmou que não teria o contratado, pelo fato do mesmo ter uma ligação exacerbada com o time de Parque São Jorge. O ex-dirigente ainda garantiu que é contra atacar o funcionário, como fizeram recentemente nas redes sociais.

O Taves não teve culpa nenhuma de ter sido contratado. Eu entendo que o Taves é um funcionário competente, fez um bom trabalho pelo que tenho ouvido, mas ele tem um passado corintiano exacerbado. Eu não acompanhei o trabalho dele, mas dizem mesmo que é corintiano fanático. Então, para que expor o cara assim? Eu sou contra atacar as pessoas, ele não está no clube porque se colocou, foi contratado, recebeu uma boa proposta e, aparentemente, fez o trabalho dele. Esculachado não, mas eu não teria o contratado, por essas características. Não tem necessidade, porque, no final das contas, vai acabar assim, como acabou. O cara sendo atacado injustamente, porque ele era corintiano fanático —, disse o ex-candidato.

Wallim Vasconcelos ainda falou que não combina o fato de Taves ser fanático por uma equipe e trabalhar como gerente de conteúdo de outra, até pensando em preservá-lo, para evitar o “linchamento” que houve sobre o gerente. Por fim, ele garantiu que, após contratado, não o demitiria.

Não combina isso (ser fanático por outro time), com o trabalho dele. Nada contra ele, tenho ouvido muitos elogios, mas, até para preservá-lo, eu não teria contratado uma pessoa com essas características. Agora, depois de contratado, eu não mandaria embora. É injusto o que fazem com ele, foi um linchamento mesmo, ele levou muita porrada —, concluiu o ex-VP.

Wallim Vasconcellos é um dos mentores da atual chapa de oposição Unidos Pelo Flamengo (UniFla), em que tem Rodolfo Landim como candidato à presidência e Rodrigo Dunshee como vice. Porém, Wallim não tem cargo definido para assumir, caso a UniFla vença a eleição que será em dezembro deste ano. Marcelo Vargas é outro candidato da oposição, mas concorrerá pela Chapa Branca. Representando a situação, Ricardo Lomba concorre pela Chapa Azul.

Assista o programa na íntegra:

Veja também

  • Notícia inútil !

  • O cara só fica jogando pra torcida… Critica tudo… “não o teria contratado”… “não o teria mandado embora”… Só faltou ele falar “não teria dado um panetone pra ele no final do ano”… Ah, VSF

  • Wallim é dono dessa porra? Vocês só sabem falar desse cara!!!! Para mim já deu essa coluna está cada dia pior.

    • O Dono dessa porra aqui é o Banana de melo,Que comprou o site pra ninguém falar mais mau dele. Não é a toa que a popularidade da coluna caiu tanto,kkkk

  • Isso é o maior absurdo. O cara é profissional, independente de ser corintiano ou não. Não interessa o “passado” dele, assim como não interessa orientação sexual, religião, time de futebol. Se o cara é contratado para fazer um serviço e ele o faz bem, então qual é o problema?

    A única situação que poderia ser condenável é se o Taves deliberadamente expressasse sua preferência pelo seu time de coração ou falasse mal do Flamengo ENQUANTO ele trabalha na Gávea. Aí sim, seria questionável.

    Você acha que todos que trabalham no Flamengo são rubro-negros? Você acha inclusive que os jogadores atuais (e que já passaram pelo clube) não têm clube do coração? Isso é uma palhaçada que fizeram com o Taves.

    Não importa qual time de futebol do contratado, ele tem que entender que dentro do Flamengo é para dar o sangue e entregar muito além do que é pedido. Prefiro 1 corinthiano trabalhando lá dentro e conquistando excelentes resultados do que 10 flamenguistas alienados (desde que não haja clara PREFERÊNCIA).

    Não podemos ser tão retrógrados assim. Quanto melhores forem os profissionais que trabalham no Flamengo, mais forte seremos! ACORDEM PARA A REALIDADE.

Comentários não são permitidos.