Alvo de seguidos inquéritos no Flamengo, Bandeira de Mello rebate: “Ameaça ridícula”

FOTO: VENÊ CASAGRANDE/COLUNA DO FLAMENGO

Como de costume em todos os clubes do futebol brasileiro, ano eleitoral costuma ser agitado nos bastidores, com troca de acusações entre os lados interessados em uma disputa presidencial. No Flamengo não tem sido diferente. Eduardo Bandeira de Mello, atual presidente do clube, já foi alvo de diversos inquéritos. Em coletiva concedida nesta quarta (17), ele se defendeu.

Todo dia surge um inquérito para pedir o meu impeachment. Tem coisas que chegam a ser ridículas. A transação do Vitinho foi totalmente transparente. Pessoas que tiraram foto com ele, agora abrem inquérito. Quem não deve, não teme. Quem quiser abrir inquérito, que abra. Não vou me pautar por tipo de ameaça ridícula —, rebateu.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos, para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir!


Entre as denúncias feitas contra Bandeira, estão alguns casos como a compra de Vitinho, citada por ele próprio. Um possível uso da imagem do Flamengo em campanha para deputado federal, cargo que não acabou eleito. E também o registro da chapa da situação na cor azul, o que seria impedido pelo Conselho de Administração.

Candidato da situação, apoiado por Bandeira de Mello, Ricardo Lomba também esteve presente na entrevista coletiva que tinha como tema central a negociação de Lucas Paquetá com o Milan. Também alvo da oposição, que tenta o impedir de concorrer à presidência por ser auditor da Receita Federal, o atual vice-presidente de futebol lamentou o período de turbulência política.

Eu acho que o Flamengo em ano de eleição passa por período mais tenso. A gente se surpreende por esse tipo de coisa. Eu lamento que a eleição do Fla tome esse caminho. Só acho que as pessoas poderiam ter mais responsabilidade — disse.

Ainda sem data definida para acontecer, o pleito rubro-negro será em dezembro. Além de Ricardo Lomba, Rodolfo Landim, Marcelo Vargas e José Carlos Peruano concorrem à presidência do Flamengo para o próximo triênio.

Veja também

  • Como torcedor of-Rio, gostaria de saber qual desses candidatos citados acima é a melhor escolha para o Mengão.
    Pois no extremo Norte não sabemos da conduta dos mesmos!

  • Deve ser ótimo trabalhar na Receita Federal, além do excelente salário, deve ter horários BEM flexíveis de labuta, permitindo a quem trabalha lá participar de reuniões em horário comercial, viajar para cima pra baixo com o time, assistir aos treinos em Vargem Grande e até ser presidente de Clube de Futebol, função que possui uma agenda bem complexa e cheia de compromissos, contudo aparentemente isso não conflita com suas obrigações profissionais!!!! O salário do servidor e sua aposentadoria são pagos com meu e seu dinheiro contribuinte! Esse é o Brasil que eu quero, pra mim! kkkkk

    • Amigo, não sou advogado de ninguém, mas sou a favor da meritocracia. Se ele está nesse cargo da Receita Federal foi pq ele passou em um concurso. Se vc quiser isso pra vc, estude e passe em um concurso também. Só quem já fez um concurso concorrido sabe como é difícil passar em um. Obviamente sou a favor de revermos algumas regalias que certos cargos públicos oferecem, mas isso é outra discussão. Estamos falando de mérito, e se ele passou no concurso, que ele usufrua dos seus benefícios.
      SRN

      • Concordo, meu amigo. Brasileiro tem sempre esse pensamento de inferioridade julgando quem ganha mais e só fica feliz quando encontra alguem que é tão lascado quando ele.

  • Não é fechar os olhos para o que está acontecendo, mas essas acusações ao Bandeira no final de seu mandato é muito exagerado e injustas. Esse grupo que esta pedindo seu impeachment, não me representa. Bandeira foi um ótimo gestor que ótimos resultados financeiros, esportes olímpicos e ruins no futebol, mas isso faz parte de qualquer coisa da nossa vida.

Comentários não são permitidos.