Conheça Dany, artilheira do Fla que tem mais gols que Dourado, Uribe e Lincoln juntos

FOTO: REPRODUÇÃO/TWITTER DO FLAMENGO

Se os centroavantes do futebol masculino do Flamengo não vêm correspondendo, no feminino a história é outra. Dany Helena é artilheira isolada do Brasileirão com 15 gols, em 15 jogos. Na temporada, a atacante marcou 20 vezes, em 20 partidas. Dany, como é chamada por familiares e amigos, tem chamado atenção e já soma mais gols que Dourado, Uribe e Lincoln juntos.

A história da atacante não se resume às quatro linhas. Em Brasília, Dany Helena chegou a ser professora de Educação Física, mas se sentia bem mesmo, era nos gramados, fazendo gols. Na antiga rotina, na cidade natal, dava aulas durante o dia e treinava à noite. Mesmo sem se dedicar 100% ao futebol, chegou à vice liderança na artilharia da Copa do Brasil feminina de 2016, com 9 gols, levando o time CRESSPOM, à terceira colocação da competição.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir!


O sonho de virar profissional veio cedo. A mãe, Márcia, já jogou futsal em um time de Brasília e sempre incentivou a filha. Daniel, o pai, também dava suporte à Dany o tempo todo.
Discurso de primeiro estudo, depois futebol. A atacante só pôde sair de Brasília em 2014, aos 21 anos, depois de terminar a licenciatura em Educação Física.

Discurso compreendido por Dany: “minha mãe só me deixou sair depois de me formar. Lá em casa ela que manda. (risos)”. De lá para cá, ela jogou no Cresspom de Brasília, no Foz Cataratas do Paraná, no Iranduba de Manas e até chegar ao Flamengo/Marinha.

Semifinal do Brasileiro e cabeça na Seleção

O Flamengo venceu o primeiro jogo decisivo da semifinal do Brasileiro no campo da Gávea, no Rio de Janeiro, por 2 a 1, tirando a invencibilidade do Corinthians na competição. O jogo de volta será no Parque São Jorge, na próxima quinta-feira (11), às 20h.

Como não poderia ser diferente, o grande sonho de Dany é chegar um dia na seleção brasileira e fazer companhia à Marta, jogadora eleita a melhor do mundo por seis vezes.

— Me dedico bastante para fazer o meu trabalho no Flamengo/Marinha e para ajudar minhas companheiras de equipe. Caso um dia eu tenha a oportunidade de servir a Seleção, com certeza ficarei muito honrada. Acredito que Deus tenha o melhor para a minha vida. O que tiver que ser, será —, finalizou.

Veja também

  • Fecha a coluna kkkk fala sério !! Será que nessa coluna só tem amadores ? Que comparação hen ?

  • Comparação ridícula igual ao nível de futebol feminino.

Comentários não são permitidos.