Contratação de Pelaipe surpreende Noval, que fica sabendo ao chegar no Ninho para trabalhar

Por: Gustavo Henrique* e Venê Casagrande

Com a eleição de uma nova diretoria, agora com Rodolfo Landim no cargo de presidente, o Flamengo tem passado por constantes mudanças nos bastidores, que marcam o processo de transição. Em meio a isso, uma das novidades foi o retorno de Paulo Pelaipe, que será gerente de futebol do clube. A contratação não surpreendeu apenas a torcida, mas também dirigentes, como foi o caso de Carlos Noval.

Diretor de futebol desde abril, após Rodrigo Caetano deixar o Fla, Noval não sabia do retorno de Pelaipe ao Rubro-Negro. Apenas na quarta-feira (26), quando chegou ao Ninho do Urubu para trabalhar, ele encontrou Pelaipe pessoalmente e se deu conta da contratação.

Noval e Pelaipe já estiveram juntos no Flamengo, durante os anos de 2013 e 2014. Contudo, na época, o trabalho dos dois não tinha relação direta. Enquanto Pelaipe era diretor de futebol, lidando com contratações e gestão do elenco, Noval era diretor da base rubro-negra, cargo que ocupou por oito anos.

Membro da gestão anterior, Carlos Noval terá destino diferente da maior parte da cúpula anterior. Isso porque, apesar de não ter futuro definido, o dirigente seguirá fazendo parte da cúpula rubro-negra, assim como Bruno Spindel, que é diretor geral do Fla desde maio de 2018.

*Gustavo Henrique é repórter da Rádio Globo e colaborou com a apuração.

Veja também