Flamengo bate o Boavista e garante vaga antecipada para semifinal da Taça Guanabara

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Flamengo e Boavista se enfrentaram na noite desta terça-feira (29), no Maracanã, pela quarta rodada da Taça Guanabara. Como observado nos embates anteriores, o Rubro-Negro se manteve com grande superioridade, mas teve dificuldades para ameaçar de maneira efetiva. Ainda assim, conseguiu bater o adversário por 3 a 1, garantindo vaga antecipada para a fase semifinal do primeiro turno do Carioca.

O JOGO

O início de partida se deu de maneira positiva para o Flamengo, que já procurava o ataque desde o primeiro minuto de jogo. Prova disso foi a chance perdida ainda aos dois minutos, com Vitinho. Em boa trama entre Gabigol e Arrascaeta, o camisa 11 da Gávea recebeu cruzamento de Dourado na área e desviou com muito perigo à direita do gol adversário.

Apesar de bom início, o Fla desacelerou na sequência, dando um maior equilíbrio ao jogo durante os primeiros 15 minutos. Assim como nas partidas anteriores, o Rubro-Negro tinha maior posse de bola, dominava as ações, mas pouco ameaçava o adversário.

Aos 20, a equipe da Gávea acordou e conseguiu dois lances de perigo em sequência. No primeiro, Gabigol tabelou com Trauco e finalizou pela esquerda, com muito perigo. Na segunda oportunidade, Léo Duarte cabeceou dentro da área após escanteio batido pela direita, quase abrindo o placar para o Flamengo.

Mesmo com o clube da Gávea pressionando, foi o Boavista quem teve a primeira grande chance do jogo, aos 29. Após interceptação na cobrança de escanteio do Fla, a equipe adversária contra-atacou ao perceber a inferioridade numérica e desorganização na defesa rubro-negra. Lucas recebeu ótimo passe em profundidade, ficou na cara do gol, mas o goleiro César se agigantou e evitou o pior.

Após tanto tentar, o Flamengo chegou ao primeiro gol aos 38 minutos. Rodinei lançou Vitinho na entrada da área, que soltou uma bomba no travessão. Na sobra e com muito oportunismo, Henrique Dourado balançou a rede para abrir o placar para o Rubro-Negro.

Com a proposta de ser mais agressivo na segunda etapa, a equipe comandada por Abel Braga chegou com perigo no primeiro minuto. Arrascaeta roubou a bola próximo ao campo de ataque e iniciou o contra-ataque, encontrando Gabigol pela esquerda. O atacante tocou novamente para Arrascaeta na entrada da grande área, que chutou fraco e facilitou a defesa do goleiro Rafael.

Apesar do placar desfavorável, o Boavista não se afobou e chegou ao empate após bobeada na marcação rubro-negra. Com a frente totalmente exposta, o Fla possibilitou um chute de longa distância do adversário. Arthur aproveitou e chutou muito bem da entrada da área, deixando tudo igual no Maracanã.

Abel lançou Bruno Henrique no lugar de Vitinho no decorrer da etapa complementar. E foi nos pés do novo camisa 27 da Gávea que se iniciou a boa jogada da equipe aos 19. O atacante avançou pela esquerda e deu ótimo passe na entrada da área para Arrascaeta, que finalizou com muito perigo à direita de Rafael.

Em busca do resultado, o Fla quase chegou ao gol aos 25 minutos. Gabigol fez ótimo cruzamento na área para Dourado, mas o centroavante cabeceou fraco, perdendo grande oportunidade de colocar o time à frente no placar.

Na pressão sobre o Boavista, o clube da Gávea conseguiu o “suado” tento aos 32, com Uribe, que havia entrado pouco antes na vaga de Henrique Dourado. Em ótima jogada de Trauco pela esquerda, o centroavante colombiano recebeu no meio da área e colocou o Rubro-Negro na vantagem.

O Flamengo quase ampliou aos 34 minutos, com Everton Ribeiro. O meia ficou com o rebote após furada de Gabigol na área, e arrematou na trave adversária, quase ampliando a vantagem.

A equipe da Gávea ainda tempo de marcar o terceiro gol e “fechar o caixão” no Maracanã. Aos 43, Everton Ribeiro cobrou escanteio pela esquerda, e Rodrigo Caio subiu pelo alto, vencendo a defesa adversária e dando números finais à partida, para garantir a vaga do Rubro-Negro para a próxima fase do primeiro turno do Estadual.

Com a vitória e vaga antecipada para a semifinal da Taça Guanabara, o Flamengo vai para a última rodada apenas para cumprir tabela. O embate final pela fase de grupos do torneio será diante da Cabofriense, até então ocupando a terceira colocação. As duas equipes se enfrentam no próximo domingo (03), às 17h (horário de Brasília), no estádio do Maracanã.

Veja também