Dirigente do Flamengo relembra que Ronaldinho e Love já utilizaram alojamentos do Ninho: “Não é um puxadinho”

O acidente ocorrido na última sexta-feira (08), que vitimou de forma fatal dez jovens atletas das categorias de base do Flamengo, gerou uma onda de dúvidas sobre a estrutura que o clube dispunha para os garotos no Ninho do Urubu. Entretanto, em pronunciamento concedido na tarde deste sábado (09), o diretor geral do Fla, Reinaldo Belotti, fez questão de rechaçar qualquer possibilidade de que as condições oferecidas não eram de qualidade.

– Eu só queria lembrar a todos que, por esse alojamento, passaram vários jogadores do sagrados, como Ronaldinho Gaúcho e Vagner Love. Ele foi utilizado também pela seleção olímpica de futebol do Brasil. Não estamos falando de um puxadinho. É um alojamento –, disse ele, citando atletas de expressão que fizeram uso da estrutura nos últimos anos.

Em seguida, Belotti voltou a ratificar a boa estrutura disposta pelo Flamengo. Segundo ele, o alojamento que foi palco da tragédia era motivo de orgulho para o clube, destacando a capacidade de acomodar até 36 jogadores no espaço.

Esse módulo de alojamento era conhecido por todos. Aquilo não era um puxadinho, pelo contrário. Era um lugar que tínhamos orgulho. Nós tínhamos nesse alojamento capacidade para 36 atletas -, garantiu o dirigente.

Ainda sobre o acidente, ele garantiu que os aparelhos de ar condicionado – focos iniciais do fogo – recebiam manutenção regularmente: “O Flamengo preventivamente fez uma manutenção em todos os sistemas de ar-condicionado naquele módulo. Temos isso registrado”.

Veja também