Abel vê gol sofrido como “mais uma fatalidade” e diz: “Vencemos de maneira convincente”

FOTO: VENÊ CASAGRANDE/COLUNA DO FLAMENGO

O Flamengo entrou em campo nesta quinta-feira (28), contra a Portuguesa, e venceu o duelo por 3 a 1. A atuação do time, no entanto, não agradou parte da torcida e da imprensa. O treinador Abel Braga, por sua vez, viu a partida por um outro prisma e defendeu a atuação de sua equipe.

Após o embate diante da Lusa, em entrevista coletiva pós-jogo, o comandante rubro-negro falou com a imprensa. “Abelão” vê como normal o fato do time ter diminuído o ritmo durante o confronto, após ter feito o segundo gol com seis minutos de partida. Além disso, o técnico acredita que o tento sofrido foi uma fatalidade.

É normal, você faz dois a zero e diminui um pouco o ritmo. Depois conseguimos fazer o terceiro, tivemos mais duas ou três chances e em mais uma fatalidade sofremos um gol. Mas vencemos e de maneira convincente -, disse o treinador.

O Flamengo volta a campo na próxima terça-feira (05). Dessa vez, o confronto será válido pela estreia do Rubro-Negro na fase de grupos da Copa Conmebol Libertadores 2019. O jogo será contra o San José, no estádio Jesús Bermúdez, na altitude da Bolívia, a 3.700 metros acima do mar. A partida vai ter início às 19h15 (horário de Brasília).

Veja também

  • Ele falou como treinador “covarde” (no modo de armar suas equipes), que prefere que sua equipe corra poucos riscos , mesmo que não ganhe campeonatos,
    pois o que causa a demissao precoce São as derrotas. o Barcelona JAMAIS, iria contratar José Mourinho(grande e vitorioso treinador),pois não tem o DNA /filosofia do clube. Foi um grande erro contratar Abel apenas pelo seu nome e prestígio com parte da imprensa, pois ele nunca aproveitara a maneira de jogar , de propor o jogo, já consolidada por outros treinadores que deixaram frutos (2, 3 e sexta posição no Brasileiro ), prefere por em prática suas ultrapassadas convicções. Seguramente não tem o perfil para treinar o flamengo que gastou muito dinheiro na contratação de jogadores de habilidade e criatividade , quando pela filosofia de Abelao, serão em grande parte , Banco para jogadores medíocres,como Arão, que se esquadrão ao seu plano tático. Está “cheirando” a mais um ano de fracasso. Renato recentemente declarou que adora quando seu adversário “da a bola” pra seu time e chamou de desatualizados os treinadores que jogam assim.

  • Esse cavalo de troia continua mentindo para afindar o Mengão

    • ..afundar…

  • Que jogos esse cara assiste ??? Não é possível !!!

Comentários não são permitidos.