Jornalista critica falta de organização do Flamengo e Arrascaeta pela direita: “As dúvidas permanecem”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

O Flamengo venceu a Portuguesa nesta quinta-feira (28), por 3 a 1. O desempenho do Rubro-Negro, no entanto, ainda gera incômodo em parte da torcida e também da imprensa. O jornalista Raphael Rezende, do SporTV, falou sobre o assunto no programa Troca de Passes.

Uma das questões que mais vem sendo criticada pela imprensa e pelos torcedores é a difícil compreensão do sistema tático utilizado por Abel Braga. O comentarista, portanto, criticou a falta de organização do Flamengo diante da Lusa e ponderou o posicionamento em que Arrascaeta vem atuando.

Pouco a acrescentar para o Flamengo. Para mim as dúvidas permanecem todas elas. Arrascaeta jogando pela direita: ruim. A questão da circulação de bola quando o Arão se lança para ser uma opção praticamente dentro da área próximo ao Gabriel -, disse o jornalista, antes de completar:

Flamengo circula pouco a bola, com pouca qualidade. Quando é pressionado no seu próprio campo, não tem uma organização, não tem coordenação para sair tocando. A falha na saída de bola e a perda de bola do Arrascaeta tem relação com isso -, concluiu Raphael Rezende.

O Flamengo é apontado como um dos melhores elencos do Brasil, embora o clube ainda não tenha conseguido conquistar nenhum título de expressão nos últimos anos. Com isso, Raphael Rezende lembrou de que o desafio do Rubro-Negro nesta temporada vai além de vencer as equipes de menor investimento do Rio de Janeiro.

Então assim, é um time que não mostra um norte na temporada. Tem vários ótimos jogadores, mas é pouco para o que o Flamengo tem de desafios, que são muito maiores do que os jogos contra os pequenos no Carioca -, finalizou o comentarista.

O Flamengo agora se prepara para enfrentar o San Jóse, na próxima terça-feira (05), pelo primeiro jogo da fase de grupos da Copa Conmebol Libertadores. O confronto vai ser disputado no estádio Jesús Bermúdez, na Bolívia, e terá início às 19h15 (horário de Brasília).

Veja também

  • Desde a contratação de vários jogadores de qualidade para funções parecidas, já sabíamos que alguém ficaria de fora. Dessa vez foi o Everton. O que Abel pode fazer é variar o time de acordo com o adversário. Usar as armas ofensivas que o Mengão tem. Ainda terão contusões, desgaste físico, tudo isso vai fazer o time rodar. Não podemos “chorar” porque um jogador ficou no banco ou achar que é “sacanagem”.

  • ridiculo não vcs leem noticia estava machucado parem de encher o saco e apoiem ao inves de critica tem mt tecnico de pes achando que sabe de futebol!! final do ano se nao ganhar titulos ai vc reclama mais começo de temporada ja ta enchendo saco vc e esse flamenguistas nutelas que acham que entendem de futebol pelo amor!!

  • Ridículo tirar o Éverton Ribeiro.

Comentários não são permitidos.