Rodrigo Caio aponta principal mudança para Flamengo não ter sofrido gol em estreia na Libertadores

FOTO: CARLA ARAÚJO/COLUNA DO FLAMENGO

O Flamengo estreou na Copa Libertadores da América na última terça-feira (05), e foi com o pé direito. O Rubro-Negro foi à cidade de Oruro, no estádio Jesus Bermúdez, e bateu o San José por 1 a 0, mesmo enfrentando uma altitude de 3.700 metros. Diferente do que aconteceu na maior parte dos jogos da temporada, o Fla saiu de campo sem tomar gol(s), e, durante o desembarque no Rio de Janeiro, o zagueiro Rodrigo Caio apontou a atenção e o trabalho coletivo como principais pontos para isso.

– Eu vejo que isso (não sofrer gol) é a consistência de toda a equipe. Todo mundo se ajudou muito, se cobrou bastante. E a gente teve um nível de atenção muito alto, isso fez a diferença. Se continuarmos assim, temos tudo pra fazermos grandes competições.

Antes disso, o camisa 3 já havia comentado sobre a dificuldade do jogo. Segundo ele, a equipe do San José apresentou bons valores, impondo dificuldade ao Flamengo por conseguir jogar de forma vertical e ter a bola aérea como um ponto forte.

– Com certeza, muito feliz. Acredito que a equipe fez uma grande partida. Foi um jogo muito difícil, contra um time que joga bem, bastante vertical e com bola aérea. A gente conseguiu fazer uma partida muito segura e ficamos muito felizes por começarmos com o pé direito.

Por fim, o defensor foi questionado sobre o entrosamento que já apresenta no Flamengo, além do bom rendimento no início de trajetória. Neste quesito, o zagueiro afirmou que “se sente em casa”, ressaltando também que a evolução é fruto de muito trabalho.

– Tive uma adaptação muito rápida. Estou feliz aqui, me sentindo totalmente em casa. Isso faz com que o jogador ganhe confiança. Venho tentando mostrar meu potencial dentro de campo, primeiramente trabalhando forte nos treinamentos, para estar mais preparado possível. Espero poder ajudar sempre, isso é o mais importante para mim.

Agora com três pontos na classificação, o Flamengo é líder do Grupo D da Libertadores ao menos de forma temporária. As outras duas equipes da chave, LDU e Peñarol, se enfrentam apenas na quinta-feira (07), em Quito. Enquanto isso, o Rubro-Negro volta suas atenções para o clássico contra o Vasco, que será às 19h do próximo sábado (09).

Veja também

  • A única mudança que teve foi que o bracinho de jacaré resolveu pegar bolas. No mais o time deu muita brecha para o adversário. Infelizmente não vejo evolução no time em nenhum aspecto.

  • Pará é quem destoa , incrível que entra e sai técnico e o cara continua, ninguém compra ou pega emprestado um lateral e ele continua no time, incrível.

  • So discordo de diego, o que melhorou demais o flamengo foi a entrada de ER7 modou o flamengo

  • Rodrigo Caio, para a nossa agradável surpresa, está sendo a melhora aquisição da diretoria Landim. Joga muito, técnica semelhante ao Mauro Galvão.
    Diego Alves, Rodrigo Caio e Léo Duarte foram os pontos altos da parte defensiva. Diego, Éverton Ribeiro e Gabriel, os destaques do ataque. Boa estréia. O caminho é esse.

Comentários não são permitidos.