Anderson Alves: “A próxima contratação do Flamengo”

Foto: Rawpixel Ltd/iStock

“As oportunidades multiplicam-se à medida que são agarradas”. Sun Tzu

 

É comum que durante alguns maiores eventos eu fuja para um tema que ache conveniente e fale de algo que penso importante e que o Flamengo se esquece em meio ao furacão. Falar sobre Abel já me dá urticária e, se todos ainda não sabem minha opinião, convido a me acompanhar no twitter ou dar uma lida nas últimas colunas. Aliás podem fazer as duas coisas.

Uma das coisas que o Flamengo pode se orgulhar de ter feito muito bem ultimamente é a de ter captado jovens promessas ainda para a base e este trabalho precisa dar um passo maior. A forma como o clube vem fazendo essa captação precisa ganhar um “plus” se o rubro-negro quer continuar a ser a referência neste assunto.

Olá, coleguinhas de Coluna do Fla. Hoje vamos analisar algumas boas opções para a observação e obtenção de novos jogadores que saiam um pouco do nosso quintal. Como estamos neste quesito? O que ainda pode melhorar?

De bate-pronto? Se o Flamengo não é atualmente referência, não é porque o clube abandonou a ideia de buscar novos talentos. Só o sub14 recebeu quatro peças em 2019. E estamos falando de Sub14! É ótimo que o clube continue a se reforçar já na base. Se um destaque aparece, ele deve ser tentado a vir para o time que quer ser referência. O time que fez grandes vendas de jogadores da base, só no ano passado.

Claro! O Flamengo precisa de seu CT sem nenhum porém. Temos que adiantar para ontem as exigências e fazer daquele lugar a maior referência do Brasil. Local onde uma criança de oito anos da Ásia tenha ouvido falar e fique animada em vir para morar ali e praticar seu futebol. Em tempo: a maior reflexão que podemos fazer sobre a captação de jovens para a base é justamente esta. Quantos destes jovens NÃO falam Português?

Qual seria o motivo disto? O trabalho é bom aqui no Brasil, mas quando sairemos deste território? O Flamengo “não precisa continuar de costas para a América Latina” (@jozanovalis), por exemplo. Temos o (mal)costume de ir atrás dos estrangeiros no profissional quando já estão custando o olho da cara e temos que abrir os cofres para buscar Arrascaeta, por exemplo. Não há fundos que aguentem! Aos 17 anos, o Uruguaio que já era promissor, custava duas mariolas e uma bala Juquinha. Onde estava a captação de novos talentos do clube?

Não é um problema contratar grandes jogadores como Arrascaeta. Longe disso! O que estamos querendo chamar atenção é que da mesma forma que o Flamengo foi buscar Felipe Vizeu no América-MG em 2013, poderia ter buscado Arrascaeta no Defensor em 2012. Não é um exercício de futurologia. É uma questão de observação mesmo. Recentemente o clube contratou Meisu, colombiano que pouca gente conhecia. Isto não é demérito algum. Vamos observá-lo e, se for interessante, ficaremos com ele no profissional. Esta é a toada.

Seguindo essa linha, o Flamengo deve fazer as cinco contratações para ocupar as vagas de estrangeiro para os elencos, quanto mais cedo melhor! Já demos a dica de um ótimo observador de jogadores sulamericanos antes e repetimos. Conversem com Joza Novalis. Será que é mais caro manter um olheiro do que gastar tudo que foi empregado em estrangeiros nos últimos anos? O que não pode é ficar como esteve até agora. De costas para aqueles que podem nos garantir títulos e “plata”.

Anderson Alves, O otimista.

18 Comentários
  • O sub 14 e a única categoria q não ganha nada na base! Não ganhou no 12, no 13 e tb agora no 14. Só ganhou no 11, pq tinha um time entrosado e que jogava junto desde o sub 8. Esse time, foi 90% dispensando, pq os meninos não ficam fortes e grandes, como os ” catedráticos” q tem lá, acham q e bom. Só querem armários brucutus. E aimda
    dão moral p filho de ex jogador q não consegue fazer 3 embaixadas.

  • Torcida lixo essa nossa…nosso time não é super time, 2 laterais ruins, zaga baixa, Léo Duarte muito inseguro, Falta um atacante pois Gabriel é superestimado e não resolve.

  • Me desculpe, Anderson! Mas tudo isso só serve para poucos embolsarem muita grana, e não contribui NADA para termos um excelente e vitorioso time. Somos um FRACASSO a DECADAS. Quem viveu a era ZICO sabe disso!!!!! Só ainda não desistimos por que somos RUBRO-NEGROS de coração! !!!!!!!

  • Grêmio e Inter fazem muito bem isso, não sei se exatamente vão buscar na base, mas vão buscar em um momento que ninguém conhece um jovem promissor que acaba jogando muita bola nesses times.

  • Criação de sites e aplicativos para celular