Chegada ao Flamengo, top 1 mundial e possibilidade de saída: “FLAnalista” abre o jogo sobre temporada no Brasil

Por: Yuri Sobral

O Flamengo entrou no mundo dos esportes eletrônicos, disputou três finais, mas ficou na trave em todas elas. Apesar disso, a equipe rubro-negra teve um bom rendimento no primeiro split do Campeonato Brasileiro de League of Legends, em 2019. Um dos responsáveis é o analista Sang-hyun “Reven” Sung, mais conhecido como “FLAnalista“. Em entrevista exclusiva à reportagem do Coluna do Fla, o coreano contou sua chegada ao Brasil:

— Eu recebi a proposta através do meu amigo “ShrimP” (atual caçador da equipe). Ele é um grande amigo e me valorizou muito me recomendando ao Flamengo. Foi assim que entramos em contato.

Ao ser questionado se pensou em sair após o vice-campeonato, “FLAnalista” rapidamente negou que tenha manifestado desejo de deixar a equipe. Em seguida, afirmou que nenhum dos componentes da line-up pensou em sair.

— De forma alguma (pensei em sair). Nem eu, e acho que nenhum dos jogadores também. Nós confiamos em nós mesmos e em uns aos outros. Se não cometermos erros desta vez, seremos capazes de ter sucesso.

  • TOP 1 MUNDIAL

Eu apenas joguei porque queria ficar longe dos jogos com pessoas de elo baixo e com baixa qualidade. Percebi muito tempo depois, quando alguém me disse, que era Top 1 em pontos no mundo todo. Mas isso não significa muito por causa do nível de diferença técnica entre os servidores.

  • FORMA DE TREINO APÓS PERDA DO TÍTULO E OBJETIVOS

Sim. Algumas abordagens sobre como praticamos serão alteradas, mas nada muito drástico. Nosso objetivo é sempre o mesmo: vencer todos os jogos e ir ao Mundial representar o Brasil.

Veja também