fbpx

Contra o Internacional, Flamengo atinge maior receita em um jogo em 2019

FOTO: DIVULGAÇÃO/FLAMENGO

Foi uma noite dos sonhos para o Flamengo. Voltando às quartas de final da Libertadores depois de nove anos, o Rubro-Negro lotou o Maracanã, dominou um forte adversário e, com 2 a 0 no placar, largou na frente do Internacional pela vaga nas semifinais. E não foi só dentro de campo que tudo deu certo: o Mais Querido conseguiu, no jogo, sua maior renda no ano.

Segundo apuração de Rodrigo Mattos e Leo Burlá, do portal UOL, o Flamengo teve cerca de R$ 4,76 milhões na partida. Destes, mais da metade ficou com o clube: cerca de R$ 2,57 milhões.

Os números têm explicação. Antes de mais nada, o Flamengo é, desde abril, responsável pela gestão do Maracanã. Este processo fez com que os custos caíssem drasticamente – fato que, por sua vez, faz com que parte maior da renda vá para os cofres do clube.

Além disso, os ingressos da Libertadores são mais caros que a média do Brasileirão. Ainda assim, Mattos aponta, em seu texto, que o Rubro-Negro cobrou preços adequados para a partida – a entrada mais barata (dos setores Norte e Sul para sócios-torcedores) custou R$ 45.

O Flamengo teve, nesta partida, um custo maior com segurança. A PMERJ e o Batalhão Especial de Policiamento em Estádios (BEPE) exigem do clube um número maior de grades e de profissionais de segurança em relação ao que normalmente é colocado nos jogos do Campeonato Brasileiro.

16 Comentários

  • Acho q a ferj morde 10% do bruto.
    Se for isso são quase 500.000.
    Tinha q rever esse percentual aí…se não me engano em sp são 5%.

  • A Ferj é a mais “landrona” todas as federações do Brasil cobram 5% e algumas 3% a ÚNICA do Brasil que cobra 10% é essa aí. E é justamente com esse excedente e roubo aos clubes, que mantém o esquema de compra de votos dos times menores e sem importância alguma, pra continuar perpetuando o poder imundo e incompentente a anos com “fórmulas” cada vez mais ridículas etc

  • Como disse o amigo Alexandre é um absurdo ver o quanto a FERJ leva de cada jogo realizado no Estado sem que a entidade lute por seus Federados. Vemos absurdos feitos pela senhora CBF contra os clubes do Rio sem que a FERJ aja a favor dos clubes a qual recebe valores por jogos no Rio. Coisa que não vemos em São Paulo pela FPF-Federação Paulista de Futebol.

  • Caro amigo BRUNO de fato a Renda do jogo Vasco X Flamengo foi maior do que a do Flamengo X Internacional, mas com os altos valores das taxas cobradas no jogo em Brasília fez com que o clube Vascaíno recebesse bem menos do que o Flamengo, tudo para não jogar no Maracanã dizendo ser o Estádio clube do Flamengo, mas esqueceu de dizer que o Estádio em Brasília.

  • A FERJ NÃO DEFENDE OS INTERESSES DOS CLUBES SO RIO perante a CBF……Só existe para cobrar impostos altíssimos e manter seu quadro corrupto e anti prodissional……Basta ver os regulamentos do RIDÍCULO e DEFICITÁRIO CAMPEONATO CARIOCA …..

  • O Vasco preferiu ganhar menos a ter que jogar no Maracanã. Parece até que está com a situação financeira resolvida e pode se dar ao luxo de perder dinheiro por causa da rivalidade.

  • O fato é que o Flamengo não tem estádio.
    TEM VÁRIOS, um em cada capital no pais, e agora vamos tomar o MARACANÃ, uma vez quê , ninguém tem capacidade para gerir , com tamanho eficiência, o coração do futebol carioca.
    As “bibas” que se cuidem, pra não perderem o puteiro das Laranjeiras, para o maior clube do mundo !!!

  • Essa situação financeira é bem complicada. Hoje no Brasil, estão todos criticando o poderil financeiro do Flamengo . Quando ficamos 6 anos sendo humilhados, bringando para não cair todos riam , agora depois de 1 belo trabalho da direção os que roubam seus clubes querem o tal ferplay financeiro.

  • Tem comentarista esportivo que pede pro Flamengo ajudar os clubes cariocas financeiramente. É mole ou quer mais? Porque esses comentaristas não dão a cara a tapa e peitam a FERJ? ” No estado do Rio os clubes estão indo a falencia porque a Federação cobra 10% da renda, sendo que tem estados que é cobrado apenas 5% ou menos”. Nem um comentarista tem coragem de expor isso sobre a FERJ, mas pra ferrar o Fla tá cheio de comentarista.

  • É o retrato do país galera. Esses ladrões de carteirinha promovem a teoria do caos. E enquanto existir o caos eles continuarão roubando o povo. Não é só no esporte e sim em todas as esferas. Um dia essa batalha vai ser vencida, a imprensa não se mete pq lucram junto com essa cambada. Falar de Ferj me lembra a época do caixa d’água e seu Eurico Miranda, que faziam o que queriam com o futebol carioca. Decidindo partidas no tapetão. Lembram do seu Malaquias? As entregas de suborno? Isso continua até hoje na politicagem do país. Haja vista Sérgio Cabral, Pezão, Sérgio Côrtes e etc….. uma hora isso vai acabar, a Ferj é ao lado do Maracanã, que tal fazemos um protesto decente e sem violência na porta dessa birosca que é a Ferj????? O povo tem mostrar que não é burro e cobrar da forma correta os gestores incompetentes, sem violência é claro.

  • Precisamos ter os pes no chão e lembrar q vamos pegar os adiversarios mais fortes em casa no primeiro turo e se ñ aproveitarmos agora o segundo turno vai fica compricado fica a dica

  • Criação de sites e aplicativos para celular