Jesus destaca evolução do Flamengo e parabeniza torcida em Brasília: “Foi como se estivesse no Maracanã”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Mais três pontos na conta no Campeonato Brasileiro e confiança para a partida decisiva pela Libertadores. Estes são os trunfos que ficam após goleada do Flamengo por 4 a 1 sobre o Vasco, na noite deste sábado (17), pela 15ª rodada. Em entrevista coletiva, o treinador Jorge Jesus destacou a evolução da equipe com o passar dos jogos, mas tratou de frear a euforia ao citar alguns pontos negativos.

Dia a dia, jogo a jogo, vamos criando mais conhecimento do que quero para a equipe, eu conheço mais os jogadores. Ainda temos quebra de concentração durante os 90 minutos. Nossos centrais são muito jovens e ainda perderam muito o conhecimento do jogo. Estamos crescendo jogo a jogo, o time está confiante, a torcida confia na equipe. O Flamengo tem tudo para dar certo -, disse o português.

JJ também aproveitou para parabenizar a torcida do Fla, que compareceu em grande número no Mané Garrincha, em Brasília. Foram mais de 65 mil torcedores presentes no estádio, com ampla maioria rubro-negra.

Quero dar os parabéns aos torcedores. Foi como se estivesse no Maracanã. Não sentimos os torcedores adversários, mas sim os nossos em grande número. É um sinal bom para equipe. Sinal que a torcida está com a equipe e isso é fundamental -, afirmou.

O próximo compromisso dos comandados de Jorge Jesus acontece nesta quarta-feira (21), contra o Internacional, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores. O embate decisivo será disputado no Maracanã, às 21h30 (horário de Brasília).

Veja também

  • Aos poucos, o Mister vai dando a sua cara ao time. Aos poucos, ele vai chegar lá. Aos poucos, ele vai conhecer o que é a torcida do Flamengo. 95% da torcida presente era flamenguista. Pesquisa recente apontou o Flamengo com 48% da torcida da grande Brasília. Encher o estadio lá não é um fato isolado, é recorrente. Quero ver outra torcida, principalmente de São Paulo, fazer o que a nossa faz. Enchemos o Pacaembu várias vezes só com a nossa torcida de São Paulo. Naquele jogo do Maracanã, tinham uns 40, 45 mil Corintianos, e não 70 mil como eles falam. Proporcionalmente a importância do jogo e a situação criada, o feito do Flamengo, colocando 33 mil pessoas no Pacaembu, num jogo normal de tabela contra o Figueirense, foi, no mínimo, igual. Esses paulistas não tem jeito mesmo. Pra cima do Inter na quarta. Vamos fazer o resultado aqui. Avante Flamengo.

  • Talvez fosse melhor usar o Renê na quarta. Felipe Luiz ainda não está em sua melhor forma. A última coisa que ele precisa é levar a culpa por algum lance por falta de ritmo.

  • Bem lembrado; sem Diego e mais alguns imaginem qdo tivermos força total!
    Aliás, achei ainda muito desentrosado, o que é normal, o trabalho do Felipe Luís, sendo o próximo jogo tão decisivo, seria importante dar atenção a isso.

  • SEM DIEGO FICOU FACIL, NE.

    DIEGO FROUXO E CAGAO

Comentários não são permitidos.