Não foi coincidência: Petr Cech participou de ‘operação’ para Rafinha encarar o Grêmio com capacete

FOTO: THIAGO RIBEIRO/AGIF

O Flamengo encarou o Grêmio na noite da última quarta-feira (24), em jogo válido pela semifinal da Libertadores, e entrou em campo com força máxima. Uma das surpresas na partida – que terminou com a sonora goleada por 5 a 0 – foi o lateral Rafinha, que entrou em campo usando um capacete semelhante ao que o goleiro Petr Cech usou por anos enquanto jogador profissional. Porém, a semelhança não foi uma mera coincidência.

Após realizar cirurgia no arco zigomático para corrigir fratura no rosto, o lateral e o Flamengo passaram a buscar uma forma de adiantar o retorno. Depois de chegarem à conclusão de que um capacete semelhante ao do mítico goleiro solucionaria o problema, Rafinha foi direto a David Luiz, ex-companheiro de equipe de Cech, para pedir ajuda.

Tenho que jogar com o capacete ainda. Queria aproveitar até para agradecer ao David Luiz, um irmão que eu tenho no futebol. Ele e a mãe, Regina, é quem conseguiram o capacete. Falaram com o Petr Cech lá na Inglaterra e se prontificaram para correr atrás. Mandaram o capacete para mim, chegou em uma semana. Agradecer demais eles. Em um momento de dificuldade que eu passava, o Davi fez toda a logística e deu tudo certo -, contou o lateral.


Como cuidar do seu dinheiro e ajudar o Flamengo ao mesmo tempo? Isso é fácil, com o Banco BS2!


Multicampeão pelo Chelsea, o goleiro nascido na República Checa eternizou o capacete, usando-o por 13 anos – de 2006 até meados de 2019, quando se aposentou. O artigo não tem nenhum efeito prático na recuperação de lesões e afins. No entanto, é apontado com grande eficiência para proteger a região da cabeça de choques e impactos com maior força, o que justifica a necessidade da utilização por parte do lateral rubro-negro, uma vez que ainda não está 100% recuperado da cirurgia.

De capacete, Rafinha atuou durante os 90 minutos e teve participação fundamental para não dar brecha ao ataque gremista, que pouco produziu ao longo da semifinal. Com o triunfo, o Flamengo terá pela frente o River Plate, no dia 23 de novembro, na grande decisão da Libertadores. Antes disso, porém, o Rubro-Negro tem compromissos pelo Brasileirão, e o primeiro deles será neste domingo (27), quando encara o CSA, às 19h (horário de Brasília), no Maracanã.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *