Em busca do bi da Libertadores, Arão revela rotina no Flamengo: “Abro mão de muita coisa”

FOTO: DIVULGAÇÃO

O Flamengo entra em campo às 17h (horário de Brasília) deste sábado (23), pela partida mais importante dos últimos 38 anos: a finalíssima da Copa Conmebol Libertadores. O adversário é o River Plate, da Argentina. Willian Arão busca o bicampeonato da competição sul-americana. Ele ganhou em 2012, quando jogava pelo Corinthians, mas não chegou a atuar naquela campanha. A missão, dessa vez, é de superar o time de Marcello Gallardo.


Quer AJUDAR O MENGÃO e ter mais facilidade para adquirir seu ingresso? Abra sua conta e faça o depósito inicial para ativar!


A expectativa é grande, vou me preparar da melhor forma possível para ajudar o Flamengo. Em 2012 não joguei, mas aprendi bastante e espero colocar em prática essa experiência adquirida e sair campeão -, afirmou o volante, em entrevista ao site do Globo Esporte.

Willian Arão, até pouco tempo, era um dos mais criticados pela torcida do Flamengo. O volante, no entanto, deu a volta por cima e se tornou um dos pilares da equipe comandada por Jorge Jesus. O jogador contou como fez para que pudesse evoluir: rotina de atleta profissional até mesmo em suas folgas.

Se preparar, descansar, usar os aparelhos que tenho em casa e no clube, usar os profissionais de alta qualidade no clube. Jogamos a cada três dias, eu abro mão de muita coisa para poder estar 100% para próxima partida, e o resultado está aí. Fico feliz em poder jogar em alta intensidade os 90 minutos -, contou Arão.

Willian Arão já foi campeão Carioca em 2017 e 2019, e vice do Brasileiro, da Copa do Brasil e da Sul-Americana. Em 2018, o jogador chegou perto de deixar o Flamengo. O destino seria o Olympiacos, da Grécia, mas a negociação acabou melando. O duelo entre Fla e River acontece no estádio Monumental U, em Lima, no Peru.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *