Lincoln relembra momentos difíceis após lesão, exalta gol e revela pedido de Jorge Jesus

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

O Flamengo enfrentou o Botafogo na noite desta quinta-feira (07) e venceu por 1 a 0. Lincoln, de apenas 18 anos, foi o responsável por balançar as redes do rival. O atacante ficou um turno sem jogar pelo Rubro-Negro. Isso porque, no confronto com o mesmo Alvinegro carioca, ainda na 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, ele lesionou o músculo posterior da coxa direita. O jogador falou sobre a dificuldade que passou nesses meses afastado do gramado.


Abra sua conta GRATUITAMENTE, não pague mais tarifa bancária e de quebra, ajude o Mengão a se tornar mais forte!


Foi muito difícil pra mim (a lesão), fiquei muito tempo parado, até mesmo que o esperado. (Estou) muito feliz por voltar contra o Botafogo e fazer o gol hoje. É o momento de muita alegria ali. Passou muitas coisas pela cabeça, mas no momento ali era a alegria -, disse o jogador.

Lincoln realizou o seu primeiro jogo após se recuperar da lesão na coxa. O atacante não escondeu a felicidade de retornar aos gramados e já balançando as redes novamente. O jogador revelou que fez o que Jorge Jesus pediu. No caso, ficar mais dentro da área.

É muito importante, né? Procuro me posicionar sempre bem dentro da área, foi o que o Mister me pediu. Acho muito importante. Fazer gol é sempre muito importante, seja em qualquer jogo. Quem joga de nove tem que estar sempre fazendo gols. Fico feliz (pelo gol) -, comentou o garoto.

Lincoln, mais uma vez, chamou a atenção pela comemoração. O jovem atleta falou sobre o assunto:”(A comemoração) foi no calor da emoção. Fiz o gol, veio na cabeça e acabei fazendo. Eu acho que na forma saudável vale a pena“, encerrou o atacante.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O moleque tem que ser avisado pelo departamento de marketing que ele obstrui o patrocinador master com essa pose dele.

  • Lincoln é uma jóia do Flamengo. A admiração entusiasmada de Zinho (um cara inteligente, centrado) por ele, descrevendo seus multiplos recursos técnicos, projetando seu futuro na seleção brasileira, me fez prestar a atenção nesse menino. Realmente tem o DNA do goleador clássico como Cláudio Adão, Reinaldo e Careca, tão em falta no futebol brasileiro atual. Nas mãos do mágico Jorge Jesus, esse garoto bom de bola vai arrebentar. Me arrisco a prever que 2020 será o ano de Lincoln no Mengão.