Mauro Cezar destaca reação de rubro-negros à chegada de Luxemburgo no Palmeiras: “Visto como presente de Natal”

Se por um lado a temporada emblemática do Flamengo elevou o time de patamar, por outro, o Palmeiras, apesar dos bons números, fez um ano muito abaixo do esperado – perdendo posição até mesmo para o Santos, um dos principais rivais estaduais. A terceira colocação no Brasileiro gerou fortes cobranças de torcedores que exigiam uma mudança drástica, principalmente de dentro para fora. Após frustantes negociações com Jorge Sampaoli, a diretoria alviverde anunciou Vanderlei Luxemburgo para assumir o comando do clube em 2020.

Com a revolução promovida por Jorge Jesus, a escolha pouco criativa do Palmeiras parece ter sido motivo de comemoração apenas para os adversários da equipe paulista – tida como uma das principais forças atuais do futebol nacional. A escolha por Luxemburgo é previsível e pouco inovadora.

Do ponto de vista do torcedores, ele não quer que o adversário fique mais forte, ele quer que se dane, ele quer ganhar. Então, a ida do Luxemburgo para o Palmeiras foi vista pelo rubro-negro como presente de Natal. Por quê? Porque ele fez um trabalho mediano no Vasco, mas tentaram transformar em algo espetacular, especialmente aquele 4 a 4. Quer coisa mais sem noção de os caras buscarem o Luxemburgo para o Palmeiras? -, questionou o jornalista Mauro Cezar.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Durante o podcast ‘Posse de Bola #13 – Perder do Liverpool de igual para igual é suficiente?’, Mauro Cezar revela as reações rubro-negras à contratação de Luxemburgo.

Eu encontrava os torcedores do Flamengo lá no Qatar e uma das coisas era ‘por quê o Palmeiras contratou o Luxemburgo?’ Não sei, contratou. E eles riam de felicidade porque o Palmeiras, em tese, é a grande ameaça para o Flamengo, pode contratar jogador e tudo mais, tem recurso, ai contrata o Luxemburgo e os caras acham o maior barato, estavam temendo que fosse o Sampaoli, seria um Palmeiras mais forte –, analisou.

Veja também

  • Na minha opinião, a imprensa paulista é que definiu que os porcos tinham um timaço. Nunca achei isso. Contrataram um monte de jogadores que se destacaram em diversas divisões, e por este motivo, os caras começaram a dizer que TODOS eram craques. Existe uma diferença grande jogador mediano para craque. Nem com o luxa esses caras conseguirão ganhar nada no próximo ano, pode anotar. O únicos que prestam no time são o Dudu e o Gustavo Henrique. SRN

  • Cansado de ver esses comentaristas entendedores de futebol que parecem ter uma bola de cristal e serem os donos da verdade, depois que o campeonato acaba fica facil. Quero ver alguem cravar qual será o time que será campeão ano que vem, copa do Brasil, Libertadores, Sulamericana, Brasileiro? Outra coisa, do jeito que eles estão falando parece que o Flamengo ja ganhou tudo em 2020. Será? Ano que vem tem um monte de memes novamente com todas as besteiras que esses caras falam o ano todo.

  • Isso é uma grande verdade. Os caras sentem a necessidade de uma mudança drástica, depois de verem o que o Mister fez no Flamengo. Por conta disso demitem Felipão e Mano Menezes, segundo eles, “reflexos do atraso”, depois demitem toda a cúpula do futebol, para investirem em algo novo e eficiente (Sampaoli), nos moldes do que o Flamengo fez, em vez de manterem a mesma linha de evolução e trazerem um treinador alinhado com esse pensamento, vão buscar quem? Luxemburgo, que foi ressucitado pelo eterno vice, ultrapassado, mas ainda se achando o “Guardiola sulamericano”…rsrs. Por isso comemoramos! rsrs. O rival quer mudança, e não muda nada. O espaço para a hegemonia está cada vez se abrindo mais.

  • O MENGÃO precisa meter medo nos times sul-americanos por um bom tempo…igual a Boca jrs

  • Será que se dobrace salário de Jesus ele pegava o time do Vasco, se não me engano antes de chegar no flamengo teve proposta, blza será que ele tirava o Vasco da segunda, bem esperar pra ver palmeiras e Flamengo e o Mauro que gosta de falar dos treinadores brasileiro ver seu comentário. Ou será que os cara daqui não serve.

  • O pofexor entende de futebol não se iludam

  • Enquanto os adversários tentam se iludir, o Fla se fortalece para conquistar a hegemonia do continente.

  • O Mauro Cezar Pereira até hoje nao gosta do Gabriel Jesus por ele ter feito o gol de empate do Palmeiras x Flamengo em 2016, ali, pratcamente, garantindo k titulo ao Verdao. Chupa Mauro.

  • Rafael Raucci
    O Mauro está coberto de razão, não é clubismo não o Luxemburgo dirigiu o Vasco em 34 partidas e não convenceu a ninguém pq o Vasco terminou o campeonato brasileiro em 12-lugar pelo amor de Deus deixa de ser medíocre se eu fosse torcedor cruz maltino teria vergonha!!!

  • Esses vascaínos são ridículos. O Jorge Jesus é um excelente técnico e não um Santo milagroso pra fazer do Vasco um time.

  • Porquê não dá o elenco do Vasco para o Jorge Jesus e vê o que ele consegue fazer com ele. Com o elenco do Flamengo ficou fácil né? Quer dizer, fácil até ele jogar com um time bem treinado como o Liverpool né? Aí ficou só no cheirinho.

  • Vsf seu m e r d a

  • Rafael Raucci, falou o cara que torce pro time que mama nas tetas da crefisa AHAHAHAHAHAHA

  • PERFEITO MAURO CESAR.

  • Meu deus do céu esse gambá deve tá na noia msm, time medíocre esse curinca

  • Luxemburgo é um sujeito inteligente, que, ainda bem jovem, fez um trabalho inovador com o Bragantino, surpreendendo muita gente. Depois, ganhou muitos títulos e muito dinheiro, tanto que se acomodou, perdeu a capacidade de se concentrar plenamente no que fazia, caiu visivelmente de produção. Porém, tem a mesma idade de Jorge Jesus, e pareceu ser um dos poucos treinadores dispostos a se reciclar, a aceitar que o treinador português tinha lições a dar, que deveriam ser aprendidas pelos técnicos brasileiros. O 4 x 4 do Vasco contra o Flamengo não foi por acaso, mas fruto de uma análise correta do sistema de jogo do Jorge Jesus, que concebeu uma solução funcional para tentar explorar as poucas debilidades desse sistema. Penso que tão graves quanto os preconceitos dos treinadores brasileiros que torceram o nariz para os feitos de Jorge Jesus são os preconceitos de jornalistas que definem os treinadores brasileiros como incapazes de entender as lições oferecidas pelo modelo de treinamento do treinador português do Flamengo. Alguns, de fato, ficarão pelo caminho, por serem incompetentes, mais treineiros do que verdadeiros treinadores, estrategistas, comandates de grupos de jogadores. Outros tentarão se superar, acompanhar as mudanças trazidas para o Brasil pelo treinador português. Para mim, se Luxemburgo tiver tomado a oportunidade de treinar o Palmeiras como um desafio à sua comprovada inteligência, sua escolha pela diretoria do Palmeiras se revelará correta. Poucos treinadores brasileiros têm tanta capacidade como ele para se reinventar. Se não tiver vontade de deixar mais uma vez sua marca no futebol brasileiro, melhor será, então, ir embora do Palmeiras e se aposentar.

  • Mauro, assim como você opina na carreira de tanta gente eu vou opinar na sua, jornalista sem expressão, com comentários maldosos, clubista, acha que pra exaltar o seu Flamengo precisa diminuir os adversários, na real só sai merda da sua boca. Fica uma dica, veja qual time brasileiro ganhou mais títulos nos últimos 10 anos e quem sabe o seu Flamengo aprende alguma coisa com esse time. Jogar mamando na teta da CBF e da Globo é fácil demais.

  • Concordo com o Mauro nessa análise aí… o Luxemburgo não emplaca um trabalho e muito tempo. O que ele podia fazer para o Vasco ele fez que era pegar aquele elenco + ou – e colocar ele fora da zona da degola. OK..
    Mas não foi nada esplendoroso, como Mauro disse apenas o 4a4

Comentários não são permitidos.