#COVID19: Brasil tem 486 mortes e mais de 11 mil casos confirmados de coronavírus

FOTO: DIVULGAÇÃO

O Ministério da Saúde atualizou na tarde deste domingo (05) o balanço de casos do novo coronavírus no Brasil. Os principais dados apontavam para 486 mortes e 11.130 casos confirmados. Em São Paulo, já são 4.620 casos e 275 mortes e, no Rio de Janeiro, 1.394 casos e 64 óbitos.

Em relação ao balanço anterior, divulgado no último sábado, foram acrescentadas 54 mortes (houve um aumento de 12,5%) e 852 casos confirmados de Covid-19 (aumento de 8,28%). A maioria dos novos casos da doença foram registrados em São Luís, no Maranhão.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


O Ministério da Saúde tem reforçado a cada dia a importância de se prevenir e combater o vírus. Confira abaixo as principais recomendações, além do período de quarentena (mais detalhes no site https://coronavirus.saude.gov.br/):

  • Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel;
  • Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir;
  • Evite aglomerações e sair de casa somente quando for extremamente necessário;
  • Mantenha os ambientes bem ventilados;
  • Não compartilhe objetos pessoais.

Com todas as atividades envolvendo o futebol suspensas, o Flamengo decidiu dar férias coletivas ao elenco por 20 dias. Enquanto permanecem respeitando a quarentena, os jogadores realizam trabalhos individuais em casa para minimizar os efeitos da paralisação.

Veja também

  • No Brasil 486 mortes, em São Paulo 275 mortes e no Rio 64 mortes.
    População brasileira 210 milhões, o número de mortes está bem baixo.
    O que chama atenção, os governadores João Dória e Wilson foram aqueles
    que submeteram seus estados ao isolamento mais rígido e no entanto, no Rio
    e São Paulo, ocorreram os números mais altos de mortes no Brasil.
    Em Minas onde não houve isolamento total, ocorreram 6 mortes.
    Esse isolamento do Wilson e João Dória me parece que não está dando muito certo.

  • Não entrem nessa, a narrativa do virus é so para quebrar o país , quebrar empresas e os clubes…

Comentários não são permitidos.