Mesmo com 38 infectados, Flamengo mantém planejamento para retorno aos treinos na próxima semana

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Em comunicado, o Flamengo afirmou ter 38 profissionais infectados com o novo coronavírus. Dentre eles, estão três jogadores do elenco principal. Apesar disso, o Rubro-Negro não desistiu da possibilidade de retomar as atividades na próxima semana e mantém o cronograma para voltar à ativa, sem a presença dos que testaram positivo para a Covid-19.

A informação foi divulgada inicialmente pelo GloboEsporte.com. O portal também afirma que o clube da Gávea acredita ter todos os protocolos elaborados para retornar aos treinos de forma segura. Nesta quarta-feira (06), Jorge Jesus se reuniu com a comissão técnica para alinhar medidas para a retomada dos treinamentos no Ninho.

O Flamengo também reiterou o desejo de voltar a treinar no comunicado sobre as testagens em jogadores e funcionários do clube. A equipe disse estar “trabalhando em total sintonia com as autoridades governamentais”, para garantir a retomada das atividades em segurança e com responsabilidade.

A grande questão, porém, é que o clube ainda não tem o aval das autoridades competentes. O Governo do Rio chegou a reforçar que o decreto contra o novo coronavírus proíbe a retomada dos treinos pelas equipes de futebol. Vale lembrar que as medidas de isolamento foram ampliadas até a segunda-feira que vem, dia 11.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Como se não bastasse, O MPRJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) recomendou na última terça-feira (05) ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, o estudo sobre a implementação do chamado “lockdown” no estado. A proposta visa o endurecimento das medidas restritivas contra o avanço da Covid-19 e, caso aceita, poderá atrapalhar consideravelmente o planejamento do Flamengo.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Então deixem de ser hipócritas e apaguem todas as homenagens ao Jorginho. Sejam homens e assumam de uma vez que estão pouco se lixando pra quem morrer por conta dessa doença