Presidente da Saferj se mostra contrário ao retorno dos treinos pelos clubes: “Prematuro e arriscado”

FOTO: RONALD LINCOLN

O Flamengo e diversas outras equipes do futebol brasileiro já manifestaram o desejo de retomarem os treinamentos o quanto antes, mesmo com um aumento de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil. Em entrevista na Rede Bandeirantes, o presidente do Sindicato de Atletas de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Saferj), Alfredo Sampaio, se posicionou de forma contrária e afirmou ser arriscado retornar de imediato.

Sei da importância da volta do Carioca, não apenas esportivamente, mas economicamente, uma vez que os clubes precisam recebem as cotas da TV. Porém, analisando todos os cenários, não vejo uma forma segura para que se possa voltar às atividades. Estamos acompanhando o cenário diariamente e vemos que nem chegamos ao período previsto para ser o pico da pandemia, previsto inicialmente para maio. Não vejo tranquilidade e segurança para que os atletas treinem -, disse Sampaio, no programa “Os Donos da Bola”, exibido na última quarta-feira (06).

O atleta troca suor, contato físico, até mesmo a bola pode se tornar um risco de contágio. É prematuro e arriscado voltar agora. Seria bom que os jogadores das equipes grandes organizassem que cada atleta fizesse seu treino em casa, assim como as equipes menores tivessem condições disto. Não pode acontecer uma volta tão rápida -, completou.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


O presidente da Saferj ainda revelou que mantém contato constante com jogadores dos clubes do Rio. Segundo ele, a grande preocupação dos atletas com a volta dos treinos é “levar o vírus para dentro de suas respectivas casas” e contaminar familiares.

O pedido de paralisação do campeonato partiu dos atletas. Estamos sempre em contato por WhatsApp, do qual fazem parte os capitães dos times do Rio e outros atletas. O nosso manifesto aconteceu em virtude de eles terem se contaminar e levar o vírus para dentro de suas respectivas casas, causando contágio entre familiares -, contou.

A Ferj elaborou o programa “Jogo Seguro”, junto aos departamentos médicos das equipes, para possibilitar a retomada dos treinos pelos clubes de forma segura. Por outro lado, o Governo do Rio manteve a decisão em que suspende as atividades dos CT’s. Vale lembrar que o decreto de medidas restritivas contra a Covid-19 foi ampliado até a segunda-feira que vem, dia 11.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *