O poder da Nação! Estudo aponta torcida do Flamengo como maior geradora de receita entre clubes brasileiros

FOTO: DELMIRO JUNIOR

O ‘ano mágico’ do Flamengo em 2019 não se limitou às quatro linhas. Fora de campo, o Mais Querido deu uma aula financeira ao atingir a receita recorde na casa dos R$ 950 milhões. Em meio a isso, mais uma vez a nação rubro-negra mostrou que faz a diferença. Isso porque, segundo um estudo divulgado pela consultora EY, o clube arrecadou R$ 175 milhões com receitas geradas pela torcida.

Isso equivale a 18% da arrecadação total do clube e inclui Matchday (dias de jogos), que englobam bilheteria, sócio-torcedor e consumo nos estádios. Em segundo lugar, aparece o Palmeiras. A torcida paulista contribuiu com R$ 108 milhões (17% do total) na geração de receita do clube. Fechando o ‘Top 5’, estão Internacional, com R$ 94 mi (21%), Grêmio (18%) e Corinthians (20%), ambos com R$ 83 milhões.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Além da torcida, outros fatores contribuíram para que o Flamengo batesse o recorde na receita. Em 2019, o Mais Querido adquiriu R$ 294 milhões em transações de jogadores (R$ 49 milhões ainda serão recebidos). O programa de sócio-torcedor recebeu R$ 61 milhões e, para ajudar na soma final, também contam os valores pelas premiações dos títulos conquistados: R$ 148 milhões.

Isso sem contar com as mídias digitais que, juntas, somam R$ 120 milhões. Além de patrocínios e publicidade, contribuem em R$ 78 milhões. Com o valor arrecadado no ano passado, o Flamengo conseguiu investir ainda mais em seu elenco para a temporada 2020.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *