Rafinha lamenta jogos do Carioca sem público: “A torcida faz a diferença, sentimento foi outro”

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Rafinha chegou ao Flamengo em junho de 2019 e voltou ao Brasil após 14 anos no futebol europeu. Multicampeão pelo Bayern de Munique, o lateral direito está acostumado a ter o apoio da torcida. Em entrevista ao ‘Aqui com Benja’, do Fox Sports, o jogador comentou sobre o retorno do retorno do Campeonato Carioca, que ainda está de portões fechados.


Aproveite a oferta e garanta o novo Manto Sagrado do Mengão!


– Jogar sem torcida pode atrapalhar, sim. Isso está fazendo diferença lá na Europa. Os times menores estão jogando de igual para igual com os grandes fora de casa. Aqui, vai acontecer também. A torcida faz diferença. Nós jogamos bem contra o Bangu, mas o sentimento foi outro, a preparação foi outra, dava para ouvir tudo dentro de campo, até o barulho da chuteira na bola.

Em um ano vestindo o Manto Sagrado, o atleta de 34 anos, atuou em 40 jogos e perdeu apenas três partidas. O camisa 13 foi fundamental para as últimas conquistas do Rubro-Negro: Campeonato Brasileiro, Libertadores da América, Supercopa do Brasil, Taça Guanabara e Recopa Sul-Americana.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *