Dirigente de time europeu exalta qualidades de Jorge Jesus e rasga elogios ao Mister: “Deu o que faltava ao futebol brasileiro”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Jorge Jesus chegou ao Flamengo no meio de 2019 e, em apenas seis meses ao comando do Mais Querido, fez história. O Mister foi responsável por elevar o patamar do Rubro-Negro e também do futebol brasileiro, surpreendendo a todos com o seu jogo extremamente ofensivo e mostrando que é capaz disputar mais de uma competição com a mesma equipe base, sem ‘poupar’ jogador.


Qual será a próxima vítima do Flamengo? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Para o diretor do Shakthar Donestk, José Boto, o sucesso de Jorge Jesus no Brasil não foi uma surpresa, considerando todas as qualidades do treinador. Em entrevista ao programa Bola da Vez, da Espn, o dirigente rasgou elogios ao trabalho do Mister e garantiu que ele trouxe o que o futebol brasileiro precisava: intensidade, foco e concentração.

Conhecendo o futebol brasileiro como eu conheço, eu sabia que ele iria dar isso ao jogador, essa intensidade, esse foco, essa concentração constante naquilo que é o jogo, e ele conseguiu transmitir rapidamente ao jogadores do Flamengo. E foi isso, mais do que os aspectos técnicos ou táticos, que fizeram a diferença durante o Brasileirão passado, em que ele realmente, após um início que é sempre mais complicado, porque há o conhecimento que tem que ser mútuo entre jogadores, treinador e suas ideias. Mas, eu sabia que se passasse esse momento inicial de choque, eu conheço e sei como é. Ele entra nos clubes de uma forma que faz a gente trabalhar a 200/300 por hora, seja o roupeiro, o fisioterapeuta… Todo mundo tem que andar na lei -, disse o dirigente, antes de prosseguir:

Depois, há qualidade à nível tático, especialmente nos aspectos defensivos. E quando falo defensivo, não é que seja um treinador defensivo, é a capacidade de defender com pouca gente, com que a equipe tenha muita gente a atacar e pouca a defender. Sempre foi um dos fortes dele e não me surpreende muito. Eu sempre soube que, se ele passasse do período inicial de choque natural, ele ia dar o que faltava no futebol brasileiro, esse foco constante, essa intensidade constante -, concluiu.

Considerado como um ‘pai’ pelos jogadores do elenco, Jorge Jesus é um líder nato e toma conta do vestiário, conduzindo o Mais Querido à caminho do sucesso. No ano de 2019, o Mister protagonizou uma trajetória avassaladora à frente do Mengão, se consagrando campeão da Copa Libertadores da América e do Campeonato Brasileiro, quebrando recordes e sendo considerado um dos maiores técnicos da história do Flamengo.

Em 2020, o sucesso do Mister não tem sido diferente. Apenas em fevereiro, antes da paralisação das competições, o Flamengo conquistou três títulos em dez dias: a Taça Guanabara, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana, o primeiro troféu internacional da temporada. Agora, com o retorno parcial das competições, Jorge Jesus busca levar o Rubro-Negro rumo à novos feitos e ganhar “tudo o que há no Brasil”

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *