Casagrande diz que pensamento de Domènec Torrent vai “bater de frente” com o que os jogadores estão acostumados

Durante o “Bem, Amigos!” na última segunda-feira (03), Casagrande analisou a chegada de Domènec Torrent ao comando do Flamengo. O comentarista afirmou que o catalão, que foi auxiliar de Pep Guardiola, tem um estilo de jogo diferente do elenco Rubro-Negro.

– Acho que esse pensamento do novo treinador do Flamengo de posições fixas vai bater de frente com o que os jogadores gostam. O Gerson, por exemplo, é um meio-campista que joga dos dois lados, gosta de levar o time para a frente. O Gabriel, sai do meio e vai para a direita, o Éverton Ribeiro, o Bruno Henrique, o Arrascaeta. 


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Casagrande ainda afirmou que a falta de mobilidade poderia ser desfavorável ao segmento da temporada da equipe.

– Acho que o mais forte que o Flamengo apresentou no ano passado e surpreendeu quase todo mundo foi exatamente a mobilidade: laterais que iam para o ataque, um meio-campo muito móvel, incluindo o Arão. Então, era uma mobilidade somada ao talento individual. Acho que o Flamengo perde com essa coisa de posições fixas.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *