Ex-dirigente do Fla, Wallim questiona maratona de jogos do Rubro-Negro: “Qual é o critério?”

FOTO: JÚLIO CÉSAR GUIMARÃES/UOL

O Flamengo possui uma maratona de jogos nesta semana. A sequência será aberta com o confronto contra o Goiás, nesta terça (13), às 18h, no Maracanã. Vale destacar que essa partida é válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, visto que foi adiada por conta das partidas da Libertadores. Logo 48 horas depois, o Rubro-Negro enfrenta o Red Bull Bragantino, na quinta (15), às 20h. Para encerrar, o Fla viaja para São Paulo e encara o Corinthians, domingo (18), às 16h, na Arena Neo Química.

O calendário apertado e a escolha das datas geraram alguns questionamentos. Em publicação feita na rede social, o ex-dirigente do clube, Wallim, pediu explicações sobre a sequência de jogos em um curto espaço de tempo que o Flamengo tem. Além disse, o ex-vice de Finanças fez uma comparação com outros clubes do campeonato, como: Atlético-MG, Palmeiras e São Paulo, que também tiveram partidas adiadas.

CONFIRA A PUBLICAÇÃO:

“Gostaria que alguém me explicasse qual o critério (se é que existe) para só o Flamengo jogar 2x nesta semana e Atlético, Palmeiras e São Paulo jogarem 1 vez. Jogos da 1a e 6a rodada. Aviso que quanto mais tentarem nos prejudicar, mais unidos e fortes ficaremos.”

Wallim não foi o único a reclamar sobre o calendário da CBF. Durante a entrevista coletiva pós-jogo, o técnico Domènec Torrent comentou sobre a situação. Após vencer o clássico de virada contra o Vasco no último sábado, o treinador catalão tratou como ‘loucura’ as datas escolhidas para os jogos seguintes e garantiu que ‘ninguém pode jogar bem em 48 horas’.

– Vamos procurar fazer o melhor time para o próximo jogo. Porque é importante não só o próximo jogo. Depois de dois dias é uma autêntica loucura jogar novamente. Uma autêntica loucura. Ninguém pode jogar bem em 48 horas. Quando o atleta está mais cansado é quando fazem 48 horas.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


No entanto, esta sequência pode ajudar o Flamengo a melhorar o aproveitamento jogando em casa, além de ser possível ampliar a vantagem de ser o melhor time visitante do Campeonato Brasileiro. Atualmente, com 14 jogos, o Fla ocupa a 3ª posição da competição, com 27 pontos. O Mais Querido, com um jogo a menos, possui um ponto a menos que o vice-líder, Internacional. Porém, está três pontos atrás do Atlético-MG, líder, com o mesmo número de jogos.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Vamos ganhar todas, assumir a liderança aí eles vão pirar

  • Falar agora não adianta. Tinha que ter questionado a cbf logo quando foi remarcado esse jogo contra o Goiás entre sábado e quinta. Mas ninguém falou nada.
    Está claro que foi uma retaliação, já que o jogo foi remarcado logo após o imbróglio contra a peppa e a cbf, que marcou só o jogo do Fla justamente no periodo data Fifa, para jogarmos sem 4 titulares, como time desgastado e sabendo ainda que Gabigol é Diego Alves estão lesionados.
    A questão é: por que tb não remarcou os jogos atrasados dos concorrentes?

    Além disso, não vejo ninguém da imprensa levantar essa bola a exceção do Mauro Cezar.

    O ponto positivo é que o Flamengo tem por tradição crescer justamente na adversidade. É o que está acontecendo para desespero deles.