Flamengo se inspira em basquete europeu e empresta jovens da base para ganharem rodagem

FOTO: JOSÉ EDUARDO NUCCI

Por: Guilherme Calvano

Multicampeão no basquete, o Flamengo tem adotado modelo de planejamento inspirado em times europeus. Como no futebol, é preciso olhar com atenção e carinho para as categorias de base do esporte da bola laranja, e o Rubro-Negro tem se mostrado bastante ativo nesse quesito.

Nem todo jovem consegue desenvolver seu jogo e mostrar seu talento em quadra, principalmente em clubes grandes, como o Flamengo. Isso porque, em razão do alto investimento feito, com a contratação de jogadores experientes e renomados, o espaço para os garotos da base acaba diminuindo, e as oportunidades com isso, se tornam cada vez mais escassas. Desse modo, visando não perder o potencial de suas crias, a diretoria do Mais Querido optou por uma alternativa interessante e muito utilizada por gigantes europeus: o empréstimo para outros times.

Sendo assim, irei destrinchar o que o FlaBasquete fez com alguns jovens de sua base nessa temporada, mirando o amadurecimento e evolução deles, para que em um futuro próximo, retornem a Gávea e deem retorno técnico.

Matheuzinho

O armador Matheuzinho, de 20 anos, já integrava o elenco profissional do Flamengo há algumas temporadas. Em síntese, o garoto era destaque nas categorias de base, onde acumulou muitos prêmios individuais e ajudou o Rubro-Negro em conquistas estaduais e nacionais.

Justamente por conta de seu talento, subiu para os profissionais e chegou a ganhar minutos em quadra nos últimos anos. No entanto, em virtude das contratações de peso feitas para a atual temporada e o fortalecimento do elenco, o clube resolveu emprestar Matheuzinho para o Pato Basquete, do Paraná. Na nova equipe, que disputará a próxima edição do NBB (Novo Basquete Brasil), ele terá um aumento considerável em sua minutagem, e poderá desenvolver melhor seu basquete.

Gabriel Machado, João Prado e Matheus Weber

Gabriel, João e Matheus eram nomes certos no elenco do Flamengo para a disputa da LSB, Liga de Desenvolvimento de Basquete. Contudo, em virtude da pandemia do novo coronavírus e das dificuldades que ela impôs, o campeonato, que é o principal no país referente as categorias de base, teve de ser cancelado. Diante de tal cenário, os diretores do Mais Querido se perguntaram: como fazer com que os três jovens não se frustrem e continuem a praticar e desenvolver seu jogo?

O caminho encontrado foi emprestá-los a Liga Sorocabana, para disputar o Campeonato Paulista de basquete dessa temporada, que teve início no dia primeiro de outubro. Mesmo que a equipe de Sorocaba não brigue pelo título estadual, o duelo contra times grandes e jogadores consagrados certamente ajudará muito o trio a amadurecer e ganhar bagagem no esporte.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Túlio da Silva

Túlio da Silva não é da base do FlaBasquete. O ala-pivô, que vinha se destacando na NCAA (Campeonato Universitário de Basquete nos Estados Unidos), foi contratado pelo Mais Querido, fechando um contrato de dois anos. Entretanto, seguindo a mesma linha dos atletas crias da Gávea, a cúpula rubro-negra optou por emprestá-lo, para que se adapte nesse retorno ao basquete brasileiro e evolua ainda mais seu Q.I. de basquete. Após o final do NBB, Túlio retornará ao Flamengo para cumprir o restante do contrato.

 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Quer encontrar uma mulher para uma noite? Bem – vindo ao — S︆︆e︆︆xc︆︆o︆︆n︆︆t︆︆.︆︆C︆︆o︆︆m