Após derrota, Flamengo passa a depender de tropeços rivais para ser campeão brasileiro

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Neste domingo (24), o Flamengo perdeu por 2×1 para o Athletico-PR, e o resultado jogou um balde de água fria na torcida do Flamengo. Isso porque, antes do placar adverso, o Mais Querido dependia apenas de si para conquistar o octacampeonato. Agora, para conseguir a manutenção do troféu nacional, o Rubro-Negro precisa vencer os seus próximos confrontos e torcer por tropeços dos rivais.

Com a derrota para o time paranaense, o Flamengo estacionou nos 55 pontos e se manteve na terceira colocação na tabela, atrás do líder Internacional, que venceu na rodada e abriu sete pontos de diferença, chegando aos 62, e do vice-líder São Paulo, que empatou na jornada e alcançou os 58 pontos.

Para continuar brigando pelo título do Campeonato Brasileiro, o Flamengo precisa se concentrar na maratona de jogos e vencer todos. O primeiro desafio da ‘sequência de finais’ será o duelo contra o Grêmio, adiado da 23ª rodada e marcado para a próxima quinta-feira (28). A bola vai rolar na Arena do Grêmio, às 20h (horário de Brasília).


Aproveite a oferta e garanta o novo Manto Sagrado do Mengão!


Confira a sequência de jogos do Flamengo no Brasileiro:

28/01 – Grêmio x Flamengo
01/02 – Sport x Flamengo
04/02 – Flamengo x Vasco
07/02 – Bragantino x Flamengo
13/02 – Flamengo x Corinthians
21/02 – Flamengo x Internacional
24/02 – São Paulo x Flamengo

A exibição de Grêmio x Flamengo ficará por conta do Premiere, mas como de costume, você poderá acompanhar a transmissão mais rubro-negra da internet com o Coluna do Fla. Rafa Penido comanda a narração, que terá comentários de Tulio Rodrigues e reportagem de João Pedro Granette.

 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Sou Flamenguista fanático. Amo meu Mengão. Mas com Vitinho, Arão e Rogério Ceni, não tem como ter esperanças de mais nada. Diretoria incompetente e passiva. Jogaram o ano e milhões fora, por pura teimosia.