Carvalhal revela entusiasmo com proposta do Flamengo e explica negativa ao clube

FOTO: DIVULGAÇÃO

Quando Jorge Jesus saiu do Flamengo, diversos nomes foram cogitados para assumir o Mais Querido. Procurado por Marcos Braz e Bruno Spindel, o português Carlos Carvalhal foi um dos grandes cotados para o comando do Rubro-Negro. Entretanto, por questões familiares, diretamente ligadas à pandemia da covid-19, viu-se “obrigado” a negar a proposta do clube.

Em entrevista ao jornalista Arthur Quezada, do Esporte Interativo, Carvalhal revelou bastidores das conversas com Braz e Spindel e o desejo de aceitar o projeto do Mengo. Todavia, o treinador explicou a negativa ao Clube da Gávea e garantiu: “foi uma questão de não poder”.

Não se recusa um clube como o Flamengo. O Flamengo é um dos maiores clubes do mundo e só uma circunstância especial faz o treinador não poder aceitar um convite destes. Queria deixar isso bem claro. Não foi uma questão de não querer, foi uma questão de não poder, o que é uma situação totalmente distinta -, disse o técnico, antes de prosseguir:


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Estava muito entusiasmado e decidido a aceitar o convite, até porque era um reinador livre. Mas, depois tive um contratempo. Eu tenho a situação da minha família, que é muito importante. Eu já trabalhei na Grécia, nos Emirados Árabes, na Inglaterra, na Turquia, mas eu nunca viajei contra a vontade da minha família… Só que, desta vez, fundamentalmente com a circunstancia da covid, criou-se um impasse. Houve muita resistência por parte da minha mulher, meu filho e minha filha, e eu não poderia e nem posso ir sem a concordância da minha família. Fiquei extremamente desapontado -, concluiu.

Carlos Carvalhal tem 55 anos e, atualmente, comanda o Braga, de Portugal. O nome do português voltou a ser pauta entre a Maior Torcida do Mundo após a crise estabelecida no Flamengo, que vive um momento de maus resultados e vê Rogério Ceni balançar no cargo de treinador. Apesar das especulações acerca de uma possível queda de Ceni, não há informações sobre novas conversas entre o Flamengo e Carvalhal.

Ainda sobre o comando de Ceni, o Flamengo se prepara para o próximo desafio no Brasileirão: o jogo contra o Goiás. Pressionado, o Mais Querido retorna aos gramados na segunda-feira (18), às 20h (horário de Brasília), com a obrigação de vencer para acalmar os ânimos da Nação.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *