César titular, Arão na zaga e dupla de volantes inédita: Rogério Ceni testa mudanças para jogo contra o Goiás

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

De olho no próximo compromisso pelo Campeonato Brasileiro e precisando vencer para seguir sonhando com o título, o Flamengo está se preparando para encarar o Goiás, segunda-feira (18), fora de casa. Para o duelo contra o clube de Goiânia, Rogério Ceni vem testando mudanças ao longo da semana e pode ter surpresas na escalação do Mais Querido para o confronto válido pela 30ª rodada da Série A.

Além de Gerson, que está suspenso por conta do terceiro cartão amarelo recebido contra o Ceará, o treinador rubro-negro ainda não deve contar com o retorno de Diego Alves. O sistema defensivo pode ter mais novidades e na frente Gabigol e Pedro brigam pela titularidade. A informação foi divulgada pelo jornalista Venê Casagrande.

Os testes foram realizados ao longo da semana no Ninho do Urubu, mas ainda não estão concretizadas. O Flamengo volta a treinar na manhã deste domingo (17), no CT, e logo depois viaja para encarar o Goiás fora de casa.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Diego Alves

O camisa 1 do Flamengo não entra em campo desde o dia 20 de dezembro do ano passado. Com uma lesão muscular, Diego Alves não participou da atividade deste sábado (16) e a tendência é que não seja relacionado para o jogo contra o Goiás. Com a ausência do capitão, Rogério Ceni deve continuar com César.

Por conta de uma sequência de jogos longe do Rio de Janeiro, Diego Alves vive a expectativa de viajar com o elenco já neste domingo (17). A tendência é de que o camisa 1 esteja pronto para o confronto contra o Palmeiras, em Brasília.

Setor defensivo

A zaga do Flamengo vem sofrendo muitas críticas e está entre os piores da atual edição do Brasileirão. Buscando soluções, Ceni observou uma dupla formada por Willian Arão e Rodrigo Caio. O camisa 5 já atuou mais recuado nas partidas contra Fluminense e Ceará, mas após substituições do treinador para deixar o time mais ofensivo.

Mudanças no meio

Com Gerson suspenso pelo terceiro cartão amarelo e Willian Arão com chances de jogar como zagueiro, Rogério Ceni testou uma dupla de volantes inédita: João Gomes e Diego. A formação foi uma das soluções do comandante para tentar mudar a postura do time.

Ataque

Depois de ficar no banco na última partida do Flamengo no Campeonato Brasileiro, Gabigol voltou a treinar entre os titulares durante a semana. Pedro ganhou chance contra o Ceará, não conseguiu ter uma atuação boa, mas segue com chances de sair jogando.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Tá na reta final, o time precisando ganhar e esse tecnicozinho inventando escalação. Não dá p entender mesmo!

  • Não dá pra entender estão esperando o time afundar mais pra depois mandarem esse técnico terrível embora, junto com o desagregador do Diego ribas, está claro que o que está acontecendo são brigas e vaidades, o Rogério completamente perdido igual como foi no cruzeiro, técnico fraco só serve pra time pequeno!
    Fora Rogério

  • Vai de Arão na zaga? Vai inventar merda.

  • VTNC FDP de Ceni!!! Não sabe escolher goleiro!!!! VSF!!!!

  • Este cara é maluco

  • Colocar o Arão de zagueiro só evidencia o quanto está perdido o Rogério Ceni desrespeitando e afrontando a dignidade dos garotos da base. O César é mais goleiro do que o Diego Alves, se tivesse sequência de jogos isso ficaria claro. Mas, o Neneca é um dos melhores do Brasil e ser preterido evidencia mais ainda a incompetência do Ceni. A avenida Felipe Luiz continuará livre para as jogadas de contra ataque e perderemos mais uma. FORA CENI!!!