Flamengo contrata atletas e investe em esportes olímpicos

FOTO: DIVULGAÇÃO / FLAMENGO

O Flamengo não é só futebol. Fundado pelo remo, o Mengão mantém alguns esportes olímpicos em seu leque de atividades: canoagem, basquetebol, ginástica artística, judô, natação, natação artística, polo aquático, remo e voleibol. Confira abaixo as últimas notícias, segundo o Oddsshark.com.

Como se aposta nos Jogos Olímpicos?

Depende da aposta que você queira fazer e depende do que cada casa de apostas irá oferecer. Com o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021, os sportsbooks que ofereciam odds no evento, tiraram a maioria destes mercados do ar temporariamente. Há uma previsão de apostar em muitos prop bets (eventos não relacionados com um resultado esportivo) e em praticamente todas as modalidades desportivas.

Como ainda há dúvidas se a Olimpíada será realizada ou não e se ela terá torcedores ou não, encontramos um mercado bastante interessante no Spin Sports. Os Jogos Olímpicos de 2020 (realizados em 2021) terá público? O sim paga R$ 1,17 / 1, e o não gera R$ 4,50 / 1.

Nosso palpite é que teremos os Jogos Olímpicos com público, pois a cada dia mais gente está sendo vacinada.

Clique neste link do Oddsshark.com para outras informações.

Investindo no Quadro de Medalhas

Qual país obterá o maior número de medalhas de ouro? Este mercado estava disponível até o coronavírus forçar o adiamento de Tóquio 2020. O favorito é os Estados Unidos. A China corre por fora, muito por fora.

Muitos brasileiros se esquecem dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, que será em Beijing. No somatório de medalhas de esportes que incluem biatlo, esqui, patinação artística, patinação de velocidade, snowboard, curling, hóquei no gelo e outros, a Noruega é a grande favorita para o Spin Sports a R$ 2,60 / 1. Alemanha, Estados Unidos, Canadá e Rússia correm atrás com odds respectivamente na casa dos R$ 3,75 / 1, R$ 5,00 / 1, R$ 7,00 / 1 e R$ 8,00 / 1.^

Flamengo É Sinônimo da Ginástica Artística Feminina

Flávia Saraiva, Lorrane dos Santos e Rebeca Andrade renovaram seus contratos com o Mais Querido por mais uma temporada. O Flamengo é a base da seleção brasileira feminina. As ginastas do Mengão devem lugar por medalhas no Japão, com a equipe e individualmente.

Natação Apresenta Quatro Reforços

Carol Mazzo (do Pinheiros), Fernando Mariano (do Corinthians), Gabrielle Roncatto (da UNISANTA) e Larissa Oliveira (do Pinheiros) foram contratados para reforçar a natação rubro-negra.

O Flamengo terminou o último Troféu Brasil em quarto lugar – o Pinheiros não competiu. Do time flamenguista fazem parte grandes nomes como Luiz Altamir, Maria Fernanda Costa e Priscila Souza.

Grande parte destes nomes deve brigar para chegar ás finais em Tóquio. Perto do torneio, o Spin Sports oferecerá as cotas e você poderá investir nos nadadores da Gávea.

Polo Aquático Contrata Irmãos

Bernardo Gomes e Guilherme Gomes, irmãos que jogavam pelo Fluminense, são os mais novos reforços do “futebol das piscinas” do Flamengo.

O Urubu não comemora um título importante entre os homens desta modalidade há muitos e muitos anos. Nosso último grande time foi formado no começo dos anos 90. Estamos na fila do Brasileirão desde 1994, da Liga Sul-Americana desde 1993 e do Campeonato Estadual desde 1993.

Agora, temos muito mais chances de quebrar estes tabus.

No naipe feminino, o time do Mais Querido é muito forte e alguma atleta deverá ser convocada.

Pedro no futebol?

O Flamengo contratou em definitivo o atacante Pedro. Ele foi o último nome do futebol rubro-negro convocado para a seleção sub-23. Vale lembrar que alguns atletas profissionais podem se somar aos jovens, o que aumentam as chances de nossos craques do time principal.

Basquete e vôlei

O basquete lidera o Novo Basquete Brasil e é a equipe mais forte do país. O mesmo acontece com o sexteto do SESC que é patrocinado pelo Flamengo na Superliga Feminina de vôlei.

Muito provavelmente teremos flamenguistas representando o Brasil e, quem sabe outros países, em Tóquio 2020.

Outros Esportes

Na canoagem torceremos por Isaquías Queiroz.

No judô deveremos ter Sarah Menezes nos tatames e Rosicleia Campos no banco como treinadora.

Na natação artística temos 14 atletas treinando com a seleção nacional. Claro que haverá cortes mas a base deverá contar com atletas de Flamengo, Fluminense, Tijuca e Paineiras.

Com 13 atletas classificados para o Campeonato Sul-Americano, o remo rubro-negro ainda busca se fazer representar em Tóquio. Michel Pessanha, da seleção paralímpica, já está garantido.

Há quadras de tênis na sede da Gávea, mas o Flamengo está desfiliado da federação.

O Atletismo Volta ao Flamengo?

Cresceu nos últimos tempos a demanda de sócios e dirigentes pelo retorno do clube ao esporte pai, o atletismo. Há três motivos para isso: aumentar o uso do estádio José Bastos Padilha, dispor de treinadores e formadores do esporte base para qualquer outra modalidade e aumentar a competitividade com o Pinheiros, que investe em muito mais esportes que o Flamengo.

O Atletismo é apenas mais um entre tantos esportes desativados na Gávea. Entre outros, tínhamos, tiro, esgrima, vela, tiro com arco, xadrez, handebol, ginástica rítmica, taekwondo, bocha, patinação artística, hóquei sobre patins, patinação de velocidade e jiu-jitsu.

Ah, se o Flamengo tivesse atletismo…! As casas de apostas tem odds para a vitória de Christian Coleman nos 100m rasos masculino a R$ 1,90 / 1 e de Shelly-Ann Fraser Pryce nos 100m rasos feminino a R$ 2,00 / 1.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *