Jornalista aponta principal dificuldade de Ceni no Flamengo: “Boa parte dos jogadores não gostavam dele como jogador”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Há pouco mais de dois meses à frente do Flamengo, Rogério Ceni vive um momento conturbado no comando do clube carioca. Isso porque, além das eliminações precoces na Copa do Brasil e Libertadores, o Rubro-Negro vê o título do Campeonato Brasileiro cada vez mais distante. A má fase do time resulta em uma pressão no técnico, que não é mais unanimidade na diretoria, mas segue respaldado por Rodolfo Landim e Marcos Braz. Para o jornalista Fabio Sormani, o principal problema de Ceni é o gerenciamento do vestiário.

Na última sexta-feira (15), durante o ‘Futebol na Veia’, da ESPN, Fabio Sormani analisou as recentes declarações dos jogadores do Flamengo sobre Rogério Ceni. De acordo com o jornalista, o técnico possui uma personalidade forte e, por ter atuado contra alguns atletas, a relação pode ser influenciada.

– É chato falar algo da pessoa quando é um pouco ofensivo. Ele é muito antipático, eu também sou. As vezes não é porque quer, a nossa natureza é assim, nos faz assim, Eu faço coisas as vezes que não gostaria de fazer, a gente é assim e ponto. Ele pouco ri, o riso dele não é contagiante, é cometido, ele não é uma pessoa de fácil trato e quando era jogador de futebol, ele jogou contra boa parte desses jogadores que estão no Flamengo e não gostavam dele como jogadores – antes de prosseguir:


Saiba como lucrar com previsões esportivas!


– O Diego é um deles, não sei como é hoje. O Gabriel é a mesma coisa, Bruno Henrique, jogou contra também, Arão, Gustavo Henrique, Everton, Arrascaeta. Jogou com o Rodrigo Caio, que foi afastado do São Paulo, naquela época, o Rogério Ceni era um grande líder daquele time – finalizou

No entanto, além disso, Sormani ressalta a admiração que possui por Rogério Ceni, tanto como profissional quanto jogador. Por fim, o jornalista destaca a relação de Ceni com alguns jogadores.

– As pessoas admiram o profissional que ele é, e eu tenho uma admiração profunda pela obsessão dele, mas até que ponto interfere no vestiário? No Cruzeiro isso aconteceu, ele comandou diversos jogadores que ele jogou contra.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Jornalista fofoqueiro, não tem nada a ver uma coisa com outra coisa. Com certeza este jornalista nunca jogou futebol na vida. Todos que um dia entraram em campo para defender uma camiseta sabe que acabou o jogo todos se cumprimentam simbolicamente. Ninguém leva insatisfações de dentro do campo para casa. Jogo terminado vida que segue e partamos pra outra situação. Onde este cara tirou isto, deveria ser multado pelo seu artigo que mostra o pensamento de um incompetente. Para finalizar:- ou o treinador é bom ou não é, e isto que define um trabalho em todas as equipes de futebol.

  • Já penso bastante diferente, acho o Rogério Ceni incompetente como treinador e a personalidade forte dele não está sendo usada adequadamente.

  • Esperando me comentário aparecer , site de m. Postagem e comentário de quem os convém

  • O famoso deitado, não tem o que postar posta o toba , jornalistas fracos , fracos fracos

  • Não é melhor falar a verdade? O Rogério não é um bom técnico! Só isso!!

  • Esse velho cada dia que passa ele me surpreende com seus comentários. A barca da Fox foi grande não tinha vaga pra ele?